Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
CAAS abre no Brasil 1ª fábrica fora da China

Autopeças | 13/05/2016 | 18h35

CAAS abre no Brasil 1ª fábrica fora da China

Empresa vai produzir caixas de direção em Guarulhos; 1º cliente é a Fiat

PEDRO KUTNEY, AB

A CAAS (China Automotive Systems) inaugura nesta segunda-feira, 16, em Guarulhos, na região metropolitana de São Paulo, sua primeira fábrica fora do território chinês. A fabricante de autopeças investiu R$ 20 milhões na planta, que tem capacidade para produzir até 700 mil caixas de direção por ano se trabalhar em três turnos. A produção para valer começa em apenas um turno, com 40 empregados, a partir de junho e o primeiro cliente é a FCA/Fiat em Betim (MG), que vai instalar as caixas da CAAS em três modelos que serão lançados a partir de julho: o Uno com motor três-cilindros, o Mobi (que ganhará direção elétrica) e, possivelmente, a nova geração do Palio.

A partir de suas unidades na China a empresa já exporta componentes para vários clientes no mundo, incluindo a Ford e FCA nos Estados Unidos e outros fabricantes na Rússia e Índia. “No caso do Brasil a logística é mais complicada para importar e as montadoras começaram a exigir um índice mínimo de 65% de nacionalização. Por isso decidimos investir em uma fábrica aqui”, conta Euclydes Borgo Jr., gerente da planta de Guarulhos. Segundo ele, no início boa parte dos componentes utilizados na produção das caixas de direção serão importados da matriz chinesa, “mas já estamos trabalhando no desenvolvimento de fornecedores locais, até porque essa é uma exigência dos clientes”, explica. Borgo diz que não se trata só de atender metas de compras locais das montadoras, mas também de reduzir a exposição ao dólar valorizado diante do real, que tira competitividade das importações.

Conforme explica o executivo, a CAAS fabrica em Guarulhos somente a parte mecânica das caixas de direção, que podem ou não receber assistência elétrica aplicada diretamente na barra do conjunto. No caso brasileiro, o sistema elétrico será fornecido por outra empresa à Fiat. A CAAS também conversa com outros possíveis clientes que já compram seus componentes em outros países, como é o caso da Nissan, PSA Peugeot Citroën, Ford e da também chinesa Chery. “Somos bastante competitivos e temos boas chances. Não adianta ter qualidade e produtividade, se não oferecer preço competitivo não se ganha nenhum contrato nesse mercado”, atesta Borgo.

A empresa decidiu se instalar em Guarulhos para estar próxima da maioria dos possíveis clientes que estão no Sudeste, e também para ficar mais perto dos principais portos brasileiros, que recebem os componentes importados.

A CAAS instalou seu primeiro escritório comercial em Guarulhos em 2012, inicialmente para vender caixas de direção importadas da China, mas já naquela época começou a planejar a fábrica, tendo em vista o aumento das exigências de nacionalização de componentes automotivos no País. Em 2013 foi fechado o primeiro contrato com a Fiat e, em 2015, começou a fornecer para veículos pesados produzidos pela Agrale em Caxias do Sul (RS), que seguirá sendo abastecida por importações, já que o volume não justifica a produção local.



Tags: CAAS, China Automotive Systems, autopeças, caixa de direção, fábrica, investimento, Guarulhos, Fiat, Mobi, Uno, Palio.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência