Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Financiamento de veículos novos recua 31,5% em quatro meses

Mercado | 12/05/2016 | 17h21

Financiamento de veículos novos recua 31,5% em quatro meses

Volume vai a 363,6 mil unidades contra as 531,4 mil de um ano antes

REDAÇÃO AB

O volume de financiamentos de veículos novos teve nova queda no encerramento do primeiro quadrimestre do ano ao registrar 363,6 mil unidades, entre leves e pesados, ficando 31,5% abaixo das 531,4 mil unidades apuradas em iguais meses do ano passado. Os dados foram divulgados na quinta-feira, 12, pela Cetip, que opera o Sistema Nacional de Gravames (SNG), cadastro das restrições financeiras de veículos dados como garantia em operações de crédito no País.

O resultado foi puxado pelo segmento leve, de automóveis e comerciais leves, cuja variação negativa foi de 32,4% no acumulado de janeiro a abril sobre mesmo período de 2015. As vendas parceladas somaram 344,3 mil unidades contra as 509 mil registradas há um ano. Os volumes se referem a veículos novos.

Já em pesados, que considera caminhões e ônibus, a queda foi de 14,1% no acumulado, para 19,2 mil unidades.

Na categoria de usados a queda foi de 9,8%, bem abaixo da verificada em veículos novos, ao passar de 969,2 mil unidades no primeiro quadrimestre de 2015 para 874,2 mil no acumulado deste ano, na soma de leves e pesados. Ambos os segmentos tiveram retração semelhante, de 9,8% e 9,1%, respectivamente, para 836 mil automóveis e comerciais leves e 38,1 mil caminhões e ônibus.

MODALIDADES E PRAZOS

O crédito direto ao consumidor (CDC) continua como o modo preferido de clientes quando realizam suas compras parceladas de veículos. Em abril, a modalidade respondeu por 78% dos financiamentos, embora apresente queda de 19% na comparação com igual mês do ano passado devido ao menor volume de vendas em todos os segmentos, incluindo motos.

Consórcios aparecem na sequência, com 17,6% de participação nas compras a prazo de veículos, considerando os dados de abril. Em volumes de contrato, houve queda de 10,2% no comparativo anual.

O prazo médio dos financiamentos ficou em 36 meses para novos em abril, há um ano este índice foi de 37,5 meses também para novos. Incluindo usados, a média ficou estável em 40 meses.



Tags: Financiamentos, Cetip, vendas, vendas parceladas.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência