Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Venda parcelada cai 32,7% para leves

Mercado | 15/04/2016 | 19h14

Venda parcelada cai 32,7% para leves

Recuo no trimestre foi menor para os zero-quilômetro pesados, 8,2%

REDAÇÃO AB

A venda parcelada de veículos leves zero-quilômetro atingiu 260,4 mil unidades no primeiro trimestre e registrou queda de 32,7% ante o mesmo período do ano passado. A redução no volume de parcelamentos foi pouco maior que a retração verificada em emplacamentos desse segmento no período (-28,3%). Os dados foram divulgados pela Cetip, empresa integradora do mercado financeiro que opera o Sistema Nacional de Gravames. O número considera as vendas a prazo por CDC, leasing, consórcio e outras formas menos expressivas.

Já a venda parcelada dos pesados zero-quilômetro (14,8 mil unidades) teve queda de 8,2%, muito menor que a verificada nos emplacamentos (-36,5%), indicando que aumentou a participação dos financiamentos nas vendas desse tipo de veículo.

RETRAÇÃO AFETA TAMBÉM USADOS

Segundo a Cetip, a venda parcelada de veículos leves usados somou 631,3 mil unidades e registrou queda de 10,7% ante os mesmos três meses de 2015. Os seminovos com até três anos de uso tiveram queda de 15%. Modelos com quatro a oito anos recuaram 9,3%, mas aqueles com nove a 12 anos registraram pequeno crescimento de 2,4%.

O parcelamento de caminhões e ônibus de segunda mão somou 28,6 mil veículos e registrou queda de 9,6%, maior que a anotada para os novos.

DUAS RODAS

A venda parcelada de motos novas somou 164,9 mil unidades no primeiro trimestre e registrou queda de 25,3%. A retração informada pela Cetip é semelhante à calculada pela Abraciclo, associação dos fabricantes do setor, que informa queda de 26,6% nos emplacamentos do período. A movimentação também foi menor no mercado de motos usadas, em que a negociação de 24 mil unidades representou queda de 11,7% ante o primeiro trimestre de 2015.

Ainda segundo a Cetip, entre todas as modalidades de financiamento, a menor queda registrada (10,8%) foi a de consórcios, neste caso considerando leves, pesados e motos. O CDC recuou 20,6%.

Veja abaixo os dados da Cetip por segmento:







Tags: CDC, leasing, financiamento, consórcio, Cetip, gravames, Abraciclo, caminhões, ônibus, motos, motocicletas.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência