Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Internacional | 07/04/2016 | 19h07

Nissan Tsuru vendido no México se envolve em mais de 4 mil mortes

Modelo testado pelo Latin NCAP em 2014 teve a pior pontuação para segurança

REDAÇÃO AB

Na mais recente pesquisa do Latin NCAP sobre a segurança da indústria automotiva no México, o modelo Nissan Tsuru (ou Sentra II), fabricado e vendido naquele mercado, se destaca pelo dado alarmante: o veículo está envolvido em mais de 4 mil mortes no país entre 2007 e 2012 derivados de acidentes.

O relatório é baseado em estatísticas oficiais locais. Na maioria dos anos avaliados, o Nissan Tsuru aparece com a maior pontuação de mortalidade por acidentes em que estava envolvido. Entre 2007 e 2012, hove 2.011 acidentes fatais envolvendo este modelo, resultando em 4.102 mortes, representando uma média de 335 colisões e de 684 mortes por ano.

- Veja aqui o relatório completo sobre o Nissan Tsuru no México (em inglês).

Segundo o relatório, o Nissan Tsuru foi testado pelo Latin NCAP em 2014, tendo anotado o pior resultado possível para a avaliação – zero estrela – que representa baixa ou nenhuma proteção aos ocupantes adultos e para crianças.

“É surpreendente ver como o governo mexicano ainda está permitindo que este modelo seja vendido. O México é um dos mais importantes países exportadores de veículos do mundo e exporta para as economias mais maduras que têm o estado da arte em segurança. O Latin NCAP está incomodado pela forma como a indústria modifica conforme sua conveniência as normas de segurança proposta pelo governo em função de melhorar a segurança dos veículos de todos os mexicanos. O Nissan Tsuru deve ser retirado do mercado latino-americano”, declara o secretário-geral do Latin NCAP, Alejandro Furas.

O secretário geral do Global NCAP reforça a preocupação da entidade sobre os dados do Latin NCAP relacionados ao Nissan Tsuru: “Ao continuar a vender o Tsuru, no México, a Nissan está explorando a falta de padrões de testes de colisão e expondo seus clientes a um risco totalmente evitável de morte e ferimentos graves. Antes da aplicar as normas de segurança da ONU, a Nissan deve fazer a coisa certa e retirar de venda deste modelo de sub-padrão e inseguro”.

O El Poder del Consumidor, organização que protege os direitos dos consumidores no México, mostra que a população ainda não tem consciência dos padrões de segurança dos veículos: “Na pesquisa de segurança do veículo nacional, que foi realizada em novembro do ano passado, verificou-se que mais de 90% dos condutores de veículos não seguros não estão cientes da falta dos padrões de segurança de seus carros”, disse Stephan Brodziak. “Infelizmente regulamentos para automóveis mexicanos são concebidos para proteger a margem crescente da indústria do automóvel em detrimento da segurança da população”, conclui.



Tags: Nissan, Tsuru, Sentra, segurança, México, Latin NCAP, Global NCAP.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência