Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias
CEO da Volkswagen América do Norte deixa o cargo

Internacional | 10/03/2016 | 13h35

CEO da Volkswagen América do Norte deixa o cargo

Saída do executivo acontece seis meses após início do dieselgate

REDAÇÃO AB

O Grupo Volkswagen anunciou a saída de Michael Horn, CEO da companhia para a América do Norte. Comunicado distribuído pela companhia informa que a saída de Horn é imediata e foi acordada mutuamente. O executivo de 54 anos estaria deixando a empresa para ir atrás de outros interesses.

A mudança acontece seis peses após o dieselgate ser revelado. O escândalo foi causado após autoridades norte-americanas descobrirem que a montadora fraudou 11 milhões de carros a diesel. Os veículos envolvidos foram equipados com software para burlar testes de emissões em vários países. Só nos Estados Unidos a trapaça afeta cerca de 600 mil unidades.

Quando o dieselgate veio à tona, Horn foi o rosto da Volkswagen para tratar do problema no país. “Vamos ser claros sobre isso: a nossa companhia foi desonesta com as autoridades e com todos vocês. Nós estragamos tudo e precisamos consertar estes carros”, declarou o dirigente em setembro do ano passado, logo que o escândalo foi revelado.

Ao falar do assunto, ele defendeu que a fraude foi feita de poucas pessoas dentro do Grupo Volkswagen e que não representava uma escolha da empresa. ”Eu concordo que é muito difícil de acreditar. Algumas pessoas tomaram as decisões erradas.” O executivo deixa a Volkswagen após mais de 25 anos. Ele assumiu o cargo de CEO para a América do Norte em janeiro de 2014. Antes disso chegou a comandar a divisão de vendas da companhia na Europa.

Horn é reconhecido pelos concessionários do Grupo na região, que lamentaram a notícia de sua saída. O executivo manteve os distribuidores próximos desde o início do dieselgate, garantindo o apoio da rede mesmo durante a crise. Fontes consultadas pela agência Automotive News apontam que a Volkswagen ofereceu uma série de posições para o executivo para evitar que ele deixasse a companhia, mas ele já estava decidido.



Tags: Volkswagen, dieselgate, Michael Horn.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência