Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
PSA Peugeot Citroën sai do vermelho e conclui reestruturação financeira
Carlos Tavares, presidente global da PSA, durante a apresentação do balanço financeiro

Balanço | 24/02/2016 | 19h03

PSA Peugeot Citroën sai do vermelho e conclui reestruturação financeira

Grupo supera expectativas e alcança saúde econômica antes do previsto

REDAÇÃO AB

No fechamento de seu balanço financeiro para 2015 a PSA Peugeot Citroën registra lucro líquido de € 1,2 bilhão, revertendo o prejuízo de € 550 milhões no ano anterior. Na mesma base de comparação, o faturamento do grupo passou de € 53,3 bilhões para € 56,3 bilhões, sendo a divisão automotiva responsável por € 37,5 bilhões, alta de 4%, graças a política de aumento de preços líquidos, mix de produtos e o efeito de volume de venda maior, além do impacto favorável do câmbio.

Em nota, o presidente mundial do Grupo PSA, Carlos Tavares, comemora os resultados e anuncia a conclusão antecipada do plano de reestruturação financeira da empresa instaurado em abril de 2014 (leia aqui).

“Realizamos nosso plano em tempo recorde graças à mobilização de toda a empresa e de seus parceiros. Saúdo esta vitória coletiva que nos traz de volta à corrida e demonstra todo o potencial da PSA. Num contexto internacional instável, a agilidade e a excelência operacional são as chaves do sucesso. Saberemos nos apoiar nessas forças para executar o nosso próximo plano de crescimento rentável”, declarou durante a apresentação do balanço na quarta-feira, 24, em Paris, na França.

Em seu relatório, a empresa informa que frente à antecipação dos resultados divulgará no próximo 5 de abril um novo plano estratégico de crescimento rentável e que com a conclusão da reconstrução econômica neste ano não haverá distribuição de dividendos relativos ao exercício de 2015. Já a partir do exercício de 2016, será apresentada uma política de dividendos alinhada com as práticas do setor.

A empresa superou todos os seus objetivos. Para o fluxo de caixa operacional, que o grupo previa alcançar € 2 bilhões entre 2015 e 2017, registrou € 3,8 bilhões em 2015, excluindo as despesas da reestruturação e outros itens extraordinários. A PSA também tinha o objetivo de atingir margem operacional de 2% na divisão automotiva até 2018 e de 5% no médio prazo, entre 2019 a 2023, mas obteve os 5% já em 2015.

O lucro operacional do Banco PSA chegou a € 514 milhões, € 177 milhões acima do resultado do ano anterior. Segundo a empresa, a parceria estratégica com o Santander proporcionou ao grupo condições competitivas de refinanciamento. Por sua vez, a Faurecia, divisão de autopeças, elevou seu lucro para € 830 milhões, € 235 milhões a mais na comparação com 2014.

No fim de dezembro de 2015, o nível total dos estoques era de 350 mil veículos (incluindo a rede de distribuição), apresentando um aumento de 11 mil veículos na comparação com dezembro de 2014. No ano passado, as vendas globais da PSA Peugeot Citroën fecharam com crescimento de 1,2% (leia aqui).



Tags: PSA Peugeot Citroën, balanço, lucro líquido, reestruturação financeira, Carlos Tavares.

Comentários

  • Carlos Silva

    Os franceses são os melhores fabricantes de carros do mundo. A PSA Peugeot foi prejudicada pela crise do continente europeu.

  • Carlos Silva

    Poucos anos atrás, a francesa Peugeot quase faliu. A GM chegou a pensar em comprá-la, mas acabou desistindo. Felizmente, a PSA se recuperou, mas é preciso tomar muito cuidado, pois o grupo ainda tem muitas dívidas.

  • Carlos Eduardo Nicolini

    Eu confesso que a PSA, é mesmo um grande grupo , e espero que faça um restruturação financeira o mais rápido possível , para voltar com força total e voltar a empregar várias pessoas que trabalharam e foram demitidas por causa da crise , eu trabalhei 14 anos e espero que a empresa volte a ter uma saúde financeira capaz de somar e contratar pais de famílias que um dia sonhou e conseguiu trabalhar nesta grande empresa .

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência