Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Balanço | 24/02/2016 | 16h12

Balança de autopeças começa ano com déficit

Valor de janeiro, porém, foi 34,5% menor que o do mesmo mês de 2015

REDAÇÃO AB

A balança comercial brasileira de autopeças começou 2016 com déficit de US$ 490,18. No entanto, o valor registrado em janeiro foi 34,5% menor que o do mesmo mês do ano passado. O levantamento foi feito pelo Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores (Sindipeças) a partir de dados divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

As exportações caíram 27,4% e as importações foram 31,6% menores no primeiro mês do ano. Os embarques para 122 países somaram US$ 365,64 milhões. As compras externas provenientes de 113 nações foram de US$ 855,82 milhões no período.

Veja aqui os números do Sindipeças

A Alemanha, que terminou 2015 como quarto maior fornecedor ao Brasil, inicia 2016 no topo da lista. Os Estados Unidos perderam a liderança e aparecem em segunda posição. Os japoneses iniciam janeiro no terceiro lugar entre os principais fornecedores, mesma colocação em que fecharam 2015.

O lado oposto mostra que o Brasil continua muito dependente da Argentina para as exportações. O principal comprador de componentes produzidos no Brasil concentra 27,8% dos embarques de componentes. Os Estados Unidos mantêm o segundo lugar entre os principais destinos das autopeças brasileiras e responderam em janeiro por 18,9% das vendas externas.



Tags: Déficit, balança comercial, Sindipeças, autopeças.

Comentários

  • Pastor Turando

    Que título tendencioso desta matéria. Faz anos que a balança de autopeças está com déficit. o título poderia ser: O déficit da balança de autopeças foi 34,5% menor que o do mesmo mês de 2015...

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência