Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Ford traz nova geração do sistema Sync de conectividade ao Brasil

Tecnologia | 26/01/2016 | 17h27

Ford traz nova geração do sistema Sync de conectividade ao Brasil

Companhia participa pelo quarto ano consecutivo da Campus Party

GIOVANNA RIATO, AB

A Ford vai vender no Brasil a terceira geração do Sync, sistema de conectividade já presente nos carros da marca. Atualizado, o dispositivo pretende oferecer dentro dos veículos as mesmas funcionalidades que os consumidores encontram em smartphones e tablets, com acesso simples e intuitivo. Mapas para navegação, aplicativos, música e funções do telefone podem ser acessados com a tecnologia por meio de comandos de voz, sem que o condutor tire os olhos da estrada.

A novidade foi anunciada na Campus Party, evento de tecnologia e inovação que abriu as portas na terça-feira, 26, e acontece até o dia 31 em São Paulo (SP). Além da renovação da interface gráfica, a nova geração do Sync é compatível com o CarPlay e Android Auto, sistemas da Apple e do Google de interação entre smartphones e veículos. A empresa também garante que os recursos ficaram mais rápidos e agora o software pode ser atualizado pela entrada USB do carro ou rede wi-fi. “O consumidor espera ter no carro a mesma interação que ele tem no celular e é isso que estamos oferecendo”, destaca Steven Armstrong, presidente da Ford América do Sul.

A companhia não revela em qual modelo o dispositivo vai estrear no Brasil nem o mês em que isso vai acontecer, apenas aponta que a intenção é oferecer o recurso para toda a gama. Globalmente o Sync, que teve a sua primeira versão apresentada ao mercado em 2007, já equipa 15 milhões de carros. Com a rápida evolução da demanda por conectividade nos automóveis e a renovação do sistema, a empresa estima que este número salte para 40 milhões de veículos até 2020.

“As pessoas não têm tempo, precisam ser produtivas de maneira segura. Oferecer ferramentas para que elas realizem tarefas é um vantagem competitiva”, acredita Rogelio Golfarb, vice-presidente de assuntos institucionais da Ford América do Sul. Segundo ele, com iniciativas como o Sync, a Ford pretende evoluir de fabricante de veículos para fornecedora de soluções de mobilidade.

O executivo não entra em detalhes sobre o preço que o novo sistema terá no Brasil, mas assegura que a meta é mantê-lo acessível aos consumidores de carros da marca. “Como trabalhamos com plataformas globais, temos escala capaz de reduzir os custos. Ainda que o câmbio não esteja favorável para a importação de componentes, vamos continuar investindo em novidade como o Sync 3 no Brasil”, promete. Segundo ele, o dispositivo é montado aqui, mas com uma série de partes importadas, como telas e centrais eletrônicas. “São itens sem similar nacional.”

Posicionada como o maior encontro do movimento maker no Brasil, reunindo desenvolvedores, programadores e uma série de startups, a Campus Party começa com ingressos esgotados. Este é o quarto ano consecutivo em que a Ford participa e, apesar de o evento ter ganhado importância neste período, a empresa ainda reina sozinha como a única montadora presente no pavilhão. “Queremos estar próximos da inovação”, aponta Golfarb, justificando o interesse da empresa em participar do encontro.

Assista à entrevista com Rogelio Golfarb, vice-presidente de assuntos institucionais da Ford América do Sul:




Tags: Ford, Sync, Rogelio Golfarb, tecnologia, Campus Party.

Comentários

  • Luiz Claudius Leite

    Gostaria de comentar que apresentamos pelo Sebrae na Campus Party o painel sobre tecnologia automotiva com Alexandre Ferreiro (Caska Brasil); Fabio Luzo Alves e André Garkauskas (Nuance Communications); e Rodolfo Guimarães de Oliveira (AR70 Corporation) sobre tecnologias e aplicações para automóveis. O objetivo foi inspirar os campuseros para desenvolvimento voltado à mobilidade urbana.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV