Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Internacional | 15/01/2016 | 19h10

Fabricantes e governo dos EUA assinam acordo por mais segurança

Ideia é reduzir recalls e acelerar as pesquisas com carros autônomos

REDAÇÃO AB

Dezoito fabricantes de veículos instalados nos Estados Unidos assinaram um acordo histórico com o governo americano, no qual concordam em trabalhar conjuntamente e trocar informações para reduzir o número de defeitos de segurança nos veículos que vêm provocando grandes campanhas de recalls no país. Além disso, as montadoras também prometem cooperar com as autoridades para identificar ameaças à segurança cibernética, tendo em vista o aumento da conectividade e dos sistemas computadorizados a bordo dos carros.

O acordo começou a ser costurado entre as partes em dezembro passado e foi assinado na sexta-feira, 15, em cerimônia no Cobo Center, onde acontece o Salão de Detroit. Assinaram o documento os representantes do Departamento de Transportes dos Estados Unidos (DOT), da agência de segurança viária NHTSA e os presidentes das fabricantes Honda, BMW, Fiat Chrysler (FCA), Ford, General Motors, Hyundai, Jaguar Land Rover, Kia, Mazda, Mercedes-Benz, Mitsubishi, Nissan, Porsche, Subaru, Tesla, Toyota, Volkswagen e Volvo.

A ideia central do acordo é criar uma cultura de segurança proativa, com avisos antecipados sobre possíveis problemas antes que eles se transformem em campanhas gigantes de recall. Para isso, as montadoras a tornar mais claros e ágeis os reportes que repassam às agências governamentais sobre a mortes, ferimentos e reclamações de garantia ocorridas com seus veículos. Além disso, se comprometeram a trocar informações entre si, para dividir as melhores práticas para evitar e corrigir defeitos que possam comprometer a segurança dos veículos.

Conforme noticiou a imprensa americana, o secretário de Transportes dos EUA, Anthony Foxx, disse em entrevista coletiva após a assinatura que a intenção é fazer a indústria automotiva copiar os fabricantes de aviões, que dividem dados e informações sobre segurança. “A segurança real é encontrar e corrigir defeitos antes que alguém termine ferido ou morto, muito melhor do que punir empresas e pessoas depois que o dano está feito”, disse Foxx.

O acordo também prevê o trabalho conjunto para combater as ameaças cibernéticas aos carros. A montadoras prometem criar junto com seus principais fornecedores um centro de análise de riscos para concepção de contramedidas comuns de prevenção.

ACELERANDO OS CARROS AUTÔNOMOS

A assinatura do acordo de segurança aconteceu um dia após outro importante anúncio, também sobre aumento de segurança e feito no mesmo ambiente do Salão de Detroit. O governo americano divulgou sua intenção de aportar US$ 4 bilhões em um fundo para financiar projetos que possam acelerar o desenvolvimento de carros autônomos, capazes de dirigir sem a intervenção do motorista e por isso considerados mais seguros, tendo em vista que a maioria dos acidentes de trânsito são causados por falha humana.

Ao mesmo tempo, a agência americana de segurança viária NHTSA informou que vai permitir às montadoras certas exceções ao desenvolvimento de carros autônomos. A ideia é tornar possíveis os testes e não ficar no caminho atrapalhando o desenvolvimento tecnológico da indústria.

Todas as grandes montadoras têm projetos de carros autônomos e, mesmo antes de dar autonomia total aos veículos, estão equipando seus modelos com dispositivos de assistência ao motorista cada vez mais sofisticados, com grande potencial de tornar o trânsito mais seguro. Na Europa, por exemplo, sistemas de frenagem automática que acusam a presença de pedestres e evitam atropelamentos já são obrigatórios para aumentar as notas de segurança concedidas pela Euro NCAP. Nos Estados Unidos, 10 fabricantes já se comprometeram a tornar o freio automático de emergência (AEB) um equipamento de série em seus carros antes mesmo da legislação obrigar a adoção da tecnologia.



Tags: Estados Unidos, governo, acordo, fabricantes, segurança, recall, carro autônomo.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência