Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Balanço | 14/12/2015 | 15h25

Países emergentes afetam vendas do Grupo VW

Além disso, dieselgate já tem claro efeito negativo sobre a marca-mãe nos EUA

REDAÇÃO AB

As vendas mundiais do Grupo Volkswagen de janeiro a novembro somaram 9,1 milhões de unidades, número 1,7% menor que o registrado no mesmo período de 2014. A queda é reflexo, sobretudo, dos menores volumes na América do Sul (-27,9%), Ásia-Pacífico (-3%) e Leste Europeu (-8,6%). Esses resultados refletem a retração dos principais mercados dessas regiões. No acumulado do ano foram entregues 364,8 mil veículos do grupo no Brasil, 36,5% a menos que nos mesmos 11 meses de 2014. Em unidades, a perda chega a quase 200 mil veículos de um ano para o outro.

Na China, maior mercado da Ásia-Pacífico, a venda de 3,2 milhões de veículos do grupo teve queda de 3,6% ante os mesmos meses de 2014. No acumulado do ano foram quase 120 mil veículos a menos naquele país. Importante também é a retração no mercado russo, onde as 157,9 mil unidades entregues resultaram em queda de 36,7% e quase 92 mil veículos a menos no confronto com janeiro-novembro de 2014.

Chama a atenção também a queda recente nas vendas da marca VW nos Estados Unidos como consequência da imagem arranhada pelo dieselgate. Os 23,9 mil Volkswagen entregues em novembro resultaram em queda de 24,7% ante o mesmo mês de 2014. No acumulado do ano a retração da marca VW nos Estados Unidos já é de 4,3%. Até setembro, antes do impacto do dieselgate, as vendas da Volkswagen naquele mercado acusavam queda menor, de 2,8%.

RESULTADOS NA EUROPA

O Grupo VW continua apresentando leve crescimento no Velho Continente. Em toda a Europa a companhia vendeu até novembro 3,73 milhões de veículos, volume 2,8% maior que nos mesmos 11 meses do ano passado. Na Europa Ocidental (exceto Alemanha) as vendas somaram 3,12 milhões de veículos, alta de 5,1%. A Alemanha sozinha absorveu 1,19 milhão de carros do grupo e anotou crescimento de 4,2% sobre os mesmos 11 meses de 2014.

DESEMPENHO POR MARCA

Em todo o mundo, as vendas da marca Volkswagen somaram 5,33 milhões de veículos de janeiro a novembro, resultando em queda de 4,5% ante os mesmos 11 meses de 2014. A Audi entregou no período 1,64 milhão de unidades e registrou alta de 3,4%. Com 968,9 mil veículos, a Skoda teve ligeiro crescimento de 1,4% e fechará 2015 com mais de 1 milhão de unidades. Da espanhola Seat foram entregues 371,8 mil veículos, 3,5% a mais que no mesmo período de 2014.

A fabricante de esportivos Porsche obteve alta de 24% ao registrar 209,9 mil veículos até novembro. O crescimento elevado ainda ocorre pelo sucesso do Macan, utilitário esportivo menor que o Touareg. A divisão Volkswagen Commercial Vehicles registrou pequena queda de 2,8% ao entregar 390,3 mil unidades. Na divisão MAN, com 92,7 mil veículos até novembro, a queda foi de 13,9%. A Scania, com 70,1 mil unidades no período, registrou pequeno recuo de 1,7%.



Tags: Vendas mundiais, Grupo Volkswagen, VW, Audi, Seat, Skoda, Porsche, MAN, Scania, Touareg, Macan.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência