Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Aftermarket | 09/12/2015 | 19h00

Ford lança plano de manutenção para usados

Programa voltado a frotistas tem opções desde a Série F até extrapesados Cargo

REDAÇÃO AB

A Ford lançou um contrato de manutenção para caminhões usados. O programa oferece a frotistas uma opção que até o momento só estava disponível para veículos novos. Dois tipos de plano preveem o serviço de manutenção preventiva ou com a inclusão de peças de desgaste natural. As duas modalidades têm valores mensais predeterminados e a garantia de atendimento nacional.

Os planos podem ser contratados para caminhões com até 60 meses de uso. Veículos com plano de manutenção em dia são dispensados de inspeção prévia. Segundo a Ford, o preço do contrato é calculado com base na quilometragem rodada e os prazos de revisão variam com o modelo e a aplicação do veículo, desde 10 mil quilômetros para a Série F até 40 mil km no caso dos extrapesados Cargo.

O plano Class, de manutenção preventiva, inclui troca de óleo do motor, transmissão e diferencial, filtros, líquido de arrefecimento, fluido da embreagem e da direção hidráulica. O plano Plus acrescenta peças de desgaste natural como embreagem, lonas e tambores de freio, reparos do motor de partida, bateria, lâmpadas e fusíveis. Nas revisões é feita ainda a inspeção de mais de 40 itens do veículo.

A Daudt Logística foi uma das primeiras a contratar o Ford Service para usados. A empresa recentemente ampliou sua frota com 21 caminhões novos, dos modelos Cargo 1119, 1723 e 2429, com contrato de manutenção, e também adquiriu o plano para 34 caminhões usados.



Tags: Ford, frotistas, Ford Service, Daudt Logística, Série F, Cargo.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência