Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

Legislação | 12/11/2015 | 19h00

Ibama multa Volkswagen em R$ 50 milhões

Picapes Amarok enquadradas no dieselgate motivaram a punição

REDAÇÃO AB

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) multou a filial brasileira da Volkswagen em R$ 50 milhões por manipulação de emissões de poluentes de motores a diesel. De acordo com o instituto, a montadora foi notificada e deverá apresentar um plano de correção dos carros vendidos, a fim de atender aos parâmetros de emissão exigidos pelas normas brasileiras.

Em setembro, o Grupo Volkswagen admitiu ter instalado softwares que durante testes de laboratório fraudavam o nível de emissões de poluentes. Segundo a montadora, o dispositivo foi colocado em cerca de 11 milhões de veículos diesel equipados com motores EA 189. Esses propulsores estão em carros das marcas Audi, Skoda, Seat e Volkswagen, entre eles a Amarok fabricada na Argentina com motor importado da Alemanha.

O Ibama informou que, no dia 25 de setembro, a Volkswagen do Brasil foi notificada e obrigada a prestar esclarecimentos sobre a produção ou comercialização no Brasil de veículos com algum item de ação indesejável. Em 21 de outubro, a montadora informou que 17.057 unidades da picape Amarok deverão passar por uma ação corretiva sobre o software (leia aqui).

“Por carta, enviada ao Ibama em 22 de outubro de 2015, a Volkswagen reconheceu que veículos Amarok ano-modelo 2011 (todo o lote) e 2012 (parte do lote) apresentaram o mesmo item (alteração) encontrado nos Estados Unidos”, informou o Ibama.

Procurada, a Volkswagen informou não ter recebido ainda a notificação da multa do Ibama e por isso não poderia comentar o assunto.



Tags: VW, Volkswagen, Amarok, Ibama, dieselgate, Audi, Skoda, Seat.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência