NOTÍCIAS
16/10/2015 | 17h40

Elétricos

Volvo eletrificará toda a sua linha de carros

Todos os modelos da marca terão opção de trem-de-força híbrido


REDAÇÃO AB

Toda a linha da Volvo Cars terá opção de motorização híbrida
A Volvo Cars anunciou que vai eletrificar toda sua linha de produtos. Em uma primeira etapa, que já começou, todos os modelos da marca sueca terão opção de trem-de-força híbrido plug-in, com propulsão elétrica conjugada com motor a combustão e possibilidade de carregar as baterias em uma tomada. O primeiro exemplar dessa estratégia é o XC90 T8 Twin Engine All-Wheel Drive, versão híbrida plug-in do SUV lançado recentemente. Mais adiante, a partir de 2019, a Volvo também informa que lançará um automóvel 100% elétrico.

“Acreditamos que chegou a hora de os carros eletrificados deixarem de ser uma tecnologia de nicho. Estamos confiantes em que, em dois anos, 10% das vendas globais da Volvo Cars serão de carros eletrificados”, afirma Håkan Samuelsson, presidente da Volvo Cars.

O lançamento de versões híbridas plug-in dos novos modelos da gama 90 e 60, baseados na plataforma Scalable Product Architecture (SPA), deve se estender pelos próximos três anos. Após o XC90 T8 híbrido, o próximo será uma opção híbrida do inédito sedã de luxo S90, continuando com outros carros que virão futuramente.

Também está prevista a eletrificação da plataforma ainda em desenvolvimento Compact Modular Architecture (CMA), sobre a qual será fabricada uma nova linha de carros compactos da família 40. Para isso a Volvo Cars vai lançar uma nova versão do motor Twin Engine para equipar modelos híbridos plug-in com tração dianteira.

Segundo a Volvo Cars, a combinação de potência e eficiência será a característica de todos os carros eletrificados da marca, a começar pelo XC90 T8 Twin Engine, um dos SUV de sete lugares com motorização híbrida que soma 407 cv, acelerando o veículo de 0 a 100 km/h em 5,7 segundos, mas apresentando autonomia de 47,6 km por litro de gasolina, equivalente a emissão de apenas 49 g/km de CO2, além de poder rodar até 43 quilômetros no modo elétrico, sem emissão de gases.

“Aprendemos muito como as pessoas usam carros híbridos, graças à nossa atual oferta de produtos”, explica Peter Mertens, vice-presidente sênior de pesquisa e desenvolvimento. “Nossas pesquisas mostram que as pessoas dirigem no modo elétrico por cerca de 50% do tempo, o que significa que nossos híbridos plug-in já oferecem uma alternativa real para os sistemas de motorização convencionais.”

“Com 40 anos de experiência no campo da eletrificação, a Volvo Cars aprendeu muito sobre a gestão da bateria ao longo de seu uso, entregando a melhor autonomia por kW/h da indústria. Chegamos a um ponto em que a relação custo-benefício para a eletrificação é positiva. A tecnologia de baterias foi aprimorada, os custos caíram e a aceitação pública não é mais um problema”, afirma Mertens.

Comentários: 1
 

Dener
16/10/2015 | 18h40
Se o mundo moderno pensa em sua próxima geração a Volvo está saindo na frente , ações de consciência com o meio ambiente faz uma elevação ao seu público alvo. Volvo parabéns.

Comente essa notícia

Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de questões técnicas ou comerciais. Os comentários serão publicados após análise. É obrigatório informar nome e e-mail (que não será divulgado ao público leitor). Não são aceitos textos que contenham ofensas, palavras chulas ou digitados inteiramente em letras maiúsculas. Também serão bloqueados currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
Seu nome*: Seu e-mail*:


QUEM É QUEM NO SETOR AUTOMOTIVO

Encontre empresas e profissionais do setor.
Confira seus perfis e biografias.

Encontre empresas e profissionais do setor.

Encontre empresas e profissionais de comunicação.

Confira seus perfis e biografias.

COLUNISTAS

ALTA RODA | 16/01/2018
Quem liderou os principais segmentos em 2017

Esta coluna é apoiada por:

Advertisement Advertisement Advertisement
Advertisement Advertisement
AUTOINFORME | 10/01/2018
Só três dos 15 mais importados não são utilitários esportivos
QUALIDADE | 23/11/2016
Empresas do setor automotivo precisam atualizar sistema de qualidade até 2018
Indústria | 01/08/2016
Declaração do presidente da FCA evidencia crise no setor de autopeças
Pressão de montadoras adia controle de estabilidade obrigatório
Tecnologia | 13/03/2015
Setor enfrentará grandes mudanças nos próximos anos
DE CARRO POR AÍ | 12/01/2018
Que tal pagar uns R$ 64.000 pela versão Precision, 1.8, automática?
QUALIDADE | 01/12/2017
Envolver e motivar colaboradores é essencial para gerar bons resultados
DISTRIBUIÇÃO | 03/08/2017
Marca percorreu caminho árduo e conseguiu destronar a Toyota da 1ª posição
Tecnologia | 23/07/2015
Novas ferramentas de desenvolvimento encurtam caminho para a competitividade
MERCADO | 16/01/2015
Utilização do potencial só deve melhorar a partir de 2016
COMPETITIVIDADE | 08/04/2014
Interrupção do crescimento desafia fabricantes
Novas palavras, expressões e siglas podem levantar dúvidas sobre o futuro
QUALIDADE | 03/07/2017
Rota 2030 terá missão de levar a indústria automotiva nacional até o futuro
INOVAÇÃO | 19/01/2018
Há alguns obstáculos para fazer dar certo a relação entre elefantes e formiguinhas