Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Lançamentos | 16/10/2015 | 17h25

Scania lança seu primeiro caminhão híbrido

Modelo P320 funciona em modo elétrico ou com biocombustíveis

REDAÇÃO AB

A Scania apresentou na Suécia seu primeiro caminhão híbrido, o P320. O modelo nasce adequado ao padrão Euro 6 de emissões de poluentes. É capaz de operar no modo elétrico ou com biocombustíveis. “Ele combina uma condução silenciosa e livre de emissões a outra emissões muito baixas, mesmo carregado", afirma Magnus Höglund, responsável por combustíveis alternativos e trens de força na Scania Trucks.

O veículo chega ao mercado em 2016. Tem opção de cabine pequena ou grande. O motor básico é o Scania de nove litros (9.0) com cinco cilindros em linha e 320 cavalos. Ele funciona 100% a biodiesel e atende os requisitos do Euro 6. Höglund acredita no potencial desses modelos especialmente para os centros urbanos, tanto na distribuição como coleta de lixo e outros serviços por causa da liberdade de trafegar à noite em silêncio.

Em modo elétrico ele consegue atender normas de poluição sonora tais como a European Quiet Truck/Piek Light, que está sendo implantada em um número crescente de cidades e países. Ela estipula nível de ruído máximo de 72 decibéis ao dirigir em áreas de silêncio obrigatório.

Segundo a Scania, a economia do novo caminhão híbrido chega a 18% em um cenário típico de condução, comparado ao propulsor a diesel convencional. O motor elétrico e a ampla reserva de potência são indicados para os estágios críticos finais de uma rota, como dirigir em uma área urbana de silêncio obrigatório ou em ambiente fechado.

O reaproveitamento da potência de frenagem compõe dois terços da economia de combustível que a hibridização oferece. Outras contribuições ocorrem com o desligamento do motor em baixas velocidades e o uso eficiente do sistema elétrico auxiliar. O caminhão pode ser conduzido em modo elétrico a uma velocidade de até 45 km/h, com o motor a combustão desligado ou em ponto morto a fim de acionar os sistemas auxiliares, tais como o compressor do freio.

Os componentes elétricos exigidos para a hibridização estão integrados a um módulo montado diretamente na carroceria. Inclui bateria, sistema de controle, sistema de resfriamento da bateria e conversor de voltagem. Foi encapsulado e projetado para proteção contra colisão. A condução é auxiliada por uma unidade de direção eletro-hidráulica quando o veículo está com o motor desligado.

Sobre a baixa autonomia em modo elétrico, apenas dois quilômetros em terreno plano carregando 15 toneladas, Höglund afirmou que a Scania ficou satisfeita porque acredita que os clientes dão mais valor à vida útil da bateria e à boa dirigibilidade.



Tags: Scania, P320, híbrido, Magnus Höglund, European Quiet Truck, Piek Light.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência