Automotive Business
  
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Internacional | 14/10/2015 | 19h08

Escândalo na VW tem pelo menos 30 envolvidos

Publicação indica haver dezenas de implicados na fraude de emissões

REDAÇÃO AB E AGÊNCIA BRASIL

A investigação da Volkswagen sobre a manipulação das emissões poluentes dos motores a diesel terá a implicação de pelo menos 30 pessoas do grupo, de acordo com informação divulgada na quarta-feira, 14, pela revista alemã Der Spiegel. Os resultados preliminares do inquérito conduzido pela empresa e seus advogados nos Estados Unidos sugerem que a fraude “não foi ato de um pequeno grupo de gestores”, mas de dezenas de pessoas da empresa.

Em setembro, o Grupo Volkswagen admitiu ter instalado softwares em parte de seus motores a diesel capazes de falsear os resultados de emissões de poluentes em testes de laboratório. O Grupo VW sempre informou que a responsabilidade era limitada a um pequeno grupo de pessoas e que algumas já foram demitidas.

Entre elas, de acordo com a imprensa alemã, estaria o diretor de tecnologia da Audi e da Porsche. A Volkswagen não confirma a identidade dos suspeitos nem comenta a notícia da Der Spiegel.

Winfried Vahland, presidente da Skoda que no próximo mês assumiria a direção da recém-criada divisão VW América do Norte, englobando Canadá, Estados Unidos (onde o escândalo estourou) e México, pediu demissão do grupo na quarta-feira, 14, menos de três semanas após a indicação e antes de assumir o novo cargo. Vahland alegou não concordar com a estratégia adotada pela empresa para lidar com a fraude nas emissões.



Tags: Volkswagen, diesel, Grupo VW, Audi, Porsche, Winfried Vahland, Skoda.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência