Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Exportações devem crescer 12% este ano

Indústria | 06/10/2015 | 20h40

Exportações devem crescer 12% este ano

Anfavea revisa para cima projeção de vendas ao mercado externo

PEDRO KUTNEY, AB

Em meio à retração generalizada de estimativas para os números de 2015, a associação dos fabricantes de veículos, a Anfavea, revisou para cima ao menos uma de suas projeções: as exportações devem crescer 12,2% este ano, segundo previsão apresentada pela entidade na terça-feira, 6. O volume esperado é de 375 mil unidades embarcadas para outros mercados de janeiro a dezembro. Até setembro, os embarques somaram 293,4 mil, em alta de 12,3% sobre os mesmos nove meses de 2014. No mês passado, com 33,5 mil veículos vendidos ao exterior, houve pequeno recuo de 3,2% em relação às exportações de agosto, mas expressivo aumento de 28,7% quando se compara com setembro de 2014.

- Veja aqui os dados da Anfavea

“Acreditamos que é possível avançar mais com novos acordos comerciais que o Brasil está buscando e a reconquista de mercados que perdemos no passado pela nossa falta de competitividade, mas por enquanto estamos sendo mais conservadores”, afirma Luiz Moan, presidente da Anfavea.

A desvalorização do real diante do dólar, de mais de 50% este ano, devolveu competitividade de preço aos veículos brasileiros, mas as exportações demoram a ser retomadas e ainda são menos da metade do pico de 897 mil em 2005, quando o câmbio era menos depreciado que o atual. Mas Moan cita avanços, como a expansão este ano de 49% nas vendas de automóveis para o México, de 47% para o Peru e de 66% para o Chile; e também nos embarques de caminhões, que cresceram 15% para a Argentina, 43% para a África do Sul, 18% para o Chile e 144% para o México.

Em valores, contudo, as exportações de veículos feitos no Brasil continuam em queda. Os US$ 7,95 bilhões vendidos de janeiro a setembro representam retração de 10,8% sobre o mesmo período do ano passado. “É uma questão de mix de produtos exportados”, explica Moan, referindo-se aos modelos exportados, de menor valor. “Mas a curva também é ascendente de deveremos recuperar as vendas externas também em valor”, avalia.

Moan acredita também na evolução da adoção de medidas para facilitar as exportações. “Do plano que apresentamos ao governo, chamado de Exportar-Auto, tenho a satisfação de dizer que um terço das nossas propostas foram adotadas”, diz. Ele lembra como exemplo a criação do Portal Único de Comércio Exterior, que desburocratizou a obtenção da documentação exigida dos exportadores.

- Leia mais aqui sobre as projeções da Anfavea para as vendas domésticas e aqui sobre as previsões de produção.

Assista abaixo a entrevista exclusiva de Luiz Moan a ABTV:



Tags: Anfavea, exportação, fábricas, previsão, projeção.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência