Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado | 28/08/2015 | 17h25

Mercosul levará proposta de acordo à União Europeia em outubro

Brasil e Argentina coordenam missão que prevê trocas de ofertas entre os dois blocos

REDAÇÃO AB

Os países membros do Mercosul apresentarão em outubro uma proposta à União Europeia para dar início às negociações entre os dois blocos com o propósito de firmar parcerias econômicas e comerciais. O anúncio foi feito na quinta-feira, 27, pelo ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Armando Monteiro, após reunião com o ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira, e da Argentina, Héctor Timerman.

“Temos a confiança de que haveremos de concluir o processo que vai nos permitir dar início das trocas de ofertas entre o Mercosul e a União Europeia a partir de outubro”, afirmou Monteiro.

A apresentação da proposta estava acordada desde junho, após uma reunião entre os membros de estado do Mercosul, realizada em junho em Brasília. “O Mercosul está unido e apresentaremos em conjunto uma proposta à União Europeia e tenho certeza que vamos estar em posição acertada e afinada para começar as negociações”, declarou o ministro Vieira.

No encontro, os ministros também decidiram retomar o Mecanismo de Integração e Coordenação Bilateral Brasil-Argentina (MICBA), que foi criado em 2007 a fim de reforçar as relações bilaterais entre os dois países vizinhos.

“Mantemos sempre um diálogo comercial de alto nível e temos percebido posições convergentes sobre temas intrabloco e extrabloco, reforçando a firme disposição que vem sendo reiterada e reafirmada pelo Brasil e pela Argentina em concluir o processo para a troca de ofertas birregionais. Esse é um passo fundamental para a consolidação do Mercosul”, avaliou Monteiro.

O ministro Timerman comemorou o feito: “O MICBA vai começar a funcionar já no mês que vem e vai tratar de todos os temas que são do interesse de ambos os países. Vai facilitar a resolução de muitos temas que temos na agenda, sobretudo os temas comerciais, de forma a incrementar a relação bilateral de nossos comércios, dada a situação econômica que estamos vivendo”.

Timerman disse que espera o benefício do desenvolvimento como resultado do acordo com a União Europeia: “Tenho que ser sincero e dizer que a Argentina considera primeiro que o acordo com a União Europeia deve ser benéfico para o Mercosul. Não podemos ceder nesse sentido. Um acordo comercial com qualquer região do mundo tem de servir ao desenvolvimento de nossos países, especialmente na formação de empregos. Ele não pode destruir empregos em seus países”.



Tags: Mercosul, União Europeia, acordo birregional, acordo bilateral, MDIC, Armando Monteiro.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência