Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Carros de entrada detêm 26% das vendas a prazo

Mercado | 31/07/2015 | 16h06

Carros de entrada detêm 26% das vendas a prazo

Segmento foi a principal opção na soma de negócios por CDC, leasing e consórcio

REDAÇÃO AB

Os carros de entrada foram a principal opção no primeiro semestre entre aqueles que optaram pela compra parcelada de um zero-quilômetro. Já os hatches pequenos perderam participação nos primeiros seis meses. A conclusão é da Cetip, que opera o Sistema Nacional de Gravames (SNG), base integrada de informações que reúne o cadastro das restrições financeiras de veículos dados como garantia em operações de crédito.

Os números consideram vendas por Crédito Direto ao Consumidor (CDC), consórcio e leasing. As divisões dos carros em segmentos são aquelas adotadas pela Fenabrave, federação que reúne as associações de concessionários. Apesar da melhora da participação dos carros de entrada no mercado de financiamentos em 2015, a presença dos modelos diminuiu ao longo dos anos. A representatividade caiu de 35% em 2011 para os atuais 26%. Ao mesmo tempo, os hatches pequenos passaram, neste mesmo intervalo, de 16% para 25%.

O aumento na participação também foi verificado para utilitários esportivos (SUVs) e sedãs pequenos. No primeiro caso, a participação nas vendas a prazo subiu de 8% em 2011 para 11% em 2015, alta bem menos expressiva do que sugere o aumento da presença desses veículos no mercado.

Nos sedãs pequenos a participação subiu de 17% para 19% de 2011 para este ano. Na classificação por marca a Fiat registrou o maior número de negócios a prazo por causa do Palio e do Uno, somando 66,5 mil unidades. A Chevrolet liderou entre os hatches pequenos com Onix e Celta, totalizando 40,7 mil carros no segmento. Também obteve a ponta entre os sedãs pequenos com Classic e Prisma ao somar 38, 8 mil unidades. A Ford conseguiu a ponta entre os SUVs com o EcoSport e anotou a entrega de 13 mil unidades vendidas a prazo nesse segmento.

Apesar da validade do estudo, as classificações de alguns veículos como sendo de entrada ou hatches pequenos (adotada pela Fenabrave e utilizada pela Cetip) têm distorções, como a presença (numa mesma linha) do Fiat Palio antigo e do modelo novo na lista dos veículos de entrada. Também não faz sentido o Toyota Etios estar entre os carros de entrada e o Chery QQ na lista dos hatches pequenos.



Tags: Cetip, CDC, leasing, consórcio, gravame, Palio, Uno, Onix, Celta, EcoSport.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência