Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

Negócios | 13/07/2015 | 14h25

Volvo adaptado entra de sola no canavial

Modificações permitem que o VM substitua trator na colheita e transbordo

REDAÇÃO AB

A Volvo promoveu mudanças em um caminhão VM para a operação de colheita e transbordo de cana-de-açúcar. O desenvolvimento foi feito em conjunto com a área técnica da Usina Santa Terezinha. Segundo a fabricante, o veículo substitui com eficiência e economia de combustível os tratores empregados nessa tarefa e realiza a transferência da carga para os caminhões rodoviários.

Entre as mudanças feitas no caminhão (um 6x4 de 270 cavalos) estão proteções para evitar que alguns componentes ficassem sujeitos à poeira e a agressividade do ambiente. Foram colocados protetores para catalisador, injetor de ureia, válvulas pneumáticas e chave geral. A posição do radiador do ar-condicionado foi alterada.

As suspensões foram elevadas, a dianteira em 30 milímetros e a traseira, em 20 mm. Alguns chicotes elétricos tiveram o comprimento aumentado para facilitar a montagem de implementos. O eixo traseiro foi reforçado.

O VM também conta com bloqueio de diferencial, o que propicia saídas suaves em terrenos acidentados e escorregadios. Além disso, um bloqueio automático das rodas também foi montado para favorecer o transporte da cana desde a lavoura até a usina.

Ainda de acordo com a Volvo, o VM também tem custo de aquisição menor e velocidades mais altas em relação aos tratores que puxam o implemento ao lado da colheitadeira. “Ele se tornou a solução ideal no transbordo de cana-de-açúcar”, afirma Bernardo Fedalto, diretor de caminhões da Volvo no Brasil.



Tags: Volvo, VM, Usina Santa Terezinha, catalisador, suspensões, Bernardo Fedalto.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência