Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Segurança | 21/05/2015 | 13h38

Cruze e Sentra são mais seguros contra roubos, aponta Cesvi

Modelos alcançam a melhor pontuação no levantamento sobre índice de furtos

REDAÇÃO AB

Os modelos Chevrolet Cruze, versão LTZ 1.8 flex automático, e Nissan Sentra 2.0, nas três versões S, SV e SL, todos automáticos, foram apontados como os veículos mais seguros ao alcançarem a melhor pontuação no Índice de Furto, classificação criada pelo Cesvi, Centro de Experimentação e Segurança Viária, que ranqueia os modelos de acordo com a disponibilidade e qualidade dos dispositivos de segurança instalados e de série.

Embora nenhum modelo verificado pelo órgão tenha alcançado a nota máxima, ambos os modelos citados obtiveram índice de 4,5 em uma escala de 1 a 5 estrelas. O estudo considera os equipamentos como chaves codificadas, imobilizadores, localização da bateria, trava de coluna de direção, alarme e vidros laterais laminados. Os carros que possuem todas essas características, levam as 5 estrelas. Chevrolet Cruze e Nissan Sentra foram os melhores colocados por apresentarem imobilizador de última geração, chave presencial, bateria de difícil acesso, trava na coluna de direção e alarme.

Segundo o levantamento do Cesvi, o único item não disponível nos carros avaliados, e que deixaria os dois primeiros colocados com a classificação máxima, foi o vidro lateral laminado. Este produto, de acordo com o Cesvi, aumenta em até oito vezes o tempo que uma pessoa leva para obter acesso ao interior do veículo, quando comparado ao vidro temperado.

“Os motoristas focam em um veículo menos atrativo aos ladrões e as companhias de seguro utilizam o ranking para identificar quais são os modelos menos suscetíveis à violação. Esta informação é importante para a precificação do seguro”, explica Emerson Feliciano, superintendente técnico do Cesvi Brasil, acrescentando que o índice pode ser útil tanto para consumidores como para seguradoras.

OS MENOS SEGUROS

Na outra ponta, o estudo do Cesvi também aponta os veículos que oferecem pouca ou nenhuma segurança quando consideradas as presenças dos itens avaliados. Entre os piores colocados, aparecem JAC J5, sedã versão 1.5 a gasolina, que recebeu 0,5 estrela, a mesma pontuação para o hatch compacto Chery QQ 1.1 e para o Lifan 320, versão Elite 1.3.

Com apenas 1 estrela, figuram os Chevrolet Celta, versões 1.0 LS de três portas, 1.0 LT com cinco portas, 1.0 Advantage também cinco portas e o sedã compacto Classic, 1.0 LS, de três portas.

O Fiat Mille também foi avaliado como um dos menos seguros, levando apenas uma estrela para todas as versões: Fire Economy 1.0 de três e cinco portas e Way Economy 1.0, também de três e cinco portas, bem como o seu “irmão” mais novo, o Uno, avaliado pelo Cesvi com apenas uma estrela para todas as suas cinco versões: Vivace 1.0 de três e cinco portas, Economy 1.4 de cinco portas, Way 1.0 e 1.4 de cinco portas e Sporting 1.4 de cinco portas.

O Toyota Etios também aparece com uma estrela, para as versões hatch X 1.3 e XS 1.3, e sedãs X1.5 e XS 1.5. Já as versões XLS 1.5, tanto hatch como sedã, receberam 2,5 estrelas, por serem mais equipados com mais itens de segurança.

Para ver a lista completa dos carros verificados pelo Cesvi no Índice de Furto, clique aqui.



Tags: Chevrolet, Cruze, Nissan, Sentra, Cesvi, segurança.

Comentários

  • Amadeucechin

    Meucruze 1.4 turbo Ltz Plus foi furtado em um estacionamento do Carrefour dos imigrantes em São Paulo em menos de 5 minutos. 5 minutos foi o tempo que levou para abrir o carro, dar a partida com mecanismo de chave por sensor. Não tem carro seguro contra bandidos. Ou os engenheiro não conseguem desenvolver um sistema um pouco mais complexo ou os bandidos são formados pelas montadoras.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência