Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Control Max Goodyear ajuda frotistas
Goodyear testou serviço em oito grandes empresas antes de vendê-lo (foto: Mário Curcio)

Aftermarket | 13/04/2015 | 23h47

Control Max Goodyear ajuda frotistas

Novo serviço criado no País tem uso simples e acompanhamento por celular

MÁRIO CURCIO, AB | De Comandatuba (BA)

A Goodyear passa a oferecer um novo sistema de gerenciamento de pneus para frotistas de caminhões e ônibus chamado Control Max. Ele é composto por um software e trabalha em conjunto com a ferramenta Probe, capaz de aferir a profundidade dos sulcos, a pressão dos pneus e enviar esses dados diretamente para o programa, apropriado ao sistema Android.

Com o Probe e um celular com acesso à internet é possível fazer o controle e evitar erros de anotação e transferência de informações, porque o responsável por checar os dados não precisa mais escrevê-los em uma prancheta e depois repassá-los para uma base de dados.

“Ele foi 100% desenvolvido com o mercado brasileiro e os consumidores ajudaram bastante”, afirma o gerente de marketing para pneus de caminhões, ônibus e recapagem, Fábio Garcia. “Fizemos testes com oito grandes empresas”, diz.

O Probe também tem uma versão capaz de reconhecer o pneu por seu chip. O componente pode ter sido instalado durante a fabricação do pneumático ou colado em seu flanco se o frotista o adquirir separadamente. Assim, o controle patrimonial passa a ser feito de forma eletrônica, por RFID, sigla em inglês cujo significado é identificação individual dos pneus por radiofrequência. Entre as vantagens das informações sistematizadas do Control Max está a maior dificuldade de furto ou troca indevida de pneus e a possibilidade de acompanhamento por qualquer computador com acesso à internet.

Ainda segundo a empresa, o Control Max pode ser integrado a outros sistemas de gerenciamento de frotas, permitindo o monitoramento do uso dos pneus e emitindo relatórios analíticos essenciais para controle de estoque, montagens, rodízios, reparos e trocas.

A Goodyear não divulga preços do serviço e afirma que as condições variam com o tamanho da frota. “Os autônomos podem se beneficiar do Control Max fazendo a manutenção dos pneus nos nossos truck centers”, conclui Garcia.



Tags: Goodyear, Control Max, Android, frotistas, caminhões, ônibus, Fábio Garcia.

Comentários

  • Edson Magalhães

    Quais foram as 8 grandes empresas que testaram o produto?

  • Josias Merçon

    A GY está há anos tentando lançar isso. Pelo que eu saiba, já abortou 2 projetos semelhantes. Não dá pra acreditar mais. Empresas nacionais já estão com isso no mercado há vários anos. Na FENATRAN de 2013 a GUBERMAN já estava co o mesmo projeto mito mais evoluído.

  • André Luiz

    Sou de uma empresa que presta serviços de controle terceirizado a frota ex: Coca cola frota Femsa , e usamos o GUBERMAN automatizado funciona muito bom! falta alguns reparos mais indico ,quanto CONTROL MAX ja testamos na empresa ELOS DE OURO também tivemos um ótimo resultado ,mais por decisão da diretoria e custos o projeto esta parado ,felizmente temos um novo contrato São Paulo interior que será dado continuidade a este projeto ,que damos suporte para que aconteça e as frotas venham a adquirir mais rapidez na visualização (diversos relatórios) geral de sua frota.

  • ricardo

    Como é para adesão ao sistema CONTROL MAX? Há previas de apresentação? Há um meio de acesso ao sistema para conhecer melhor?

  • ricardo

    Como faço para adquerir o sistema CONTROL MAX?

  • EMANUEL TELES

    Estou implantando o SAP PM para controle de frota. No ERP podemos configurar os módulo PM/MM para junstos rastrear s pneus , porem em paralelo meu cliente está buscando usar ambos. Pergunto: pode este sistema integrar com os processos de mercadorias do SAP MM e rastreamento por número de série no SAP PM? alguém já utiliza desta maneira esta aplicação integrada ao SAP?

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência