Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Legislação | 27/03/2015 | 20h05

Governo aumenta taxa de juros para Moderfrota

Custo dos financiamentos sobe de 4,5% para 7,5% e de 6% para 9% ao ano

REDAÇÃO AB

Após reunião do Conselho Monetário Nacional (CMN), na quinta-feira, 26, o governo anunciou aumento de 3 pontos porcentuais nas taxas de juros do Moderfrota, Programa de Modernização da Frota de Tratores Agrícolas, Implementos Associados e Colheitadeiras, para a safra em curso 2014/2015. Os juros para financiamento de máquinas agrícolas e implementos passam dos atuais 4,5% para 7,5% ao ano para empresas com receita operacional até R$ 90 milhões anuais, e de 6% para 9% para aquelas com receita superior a este valor. Os novos juros valem para os últimos quatro meses de safra, entre 1º de abril e o início de julho deste ano. A decisão inclui ainda o aumento na TJLP, Taxa de Juros de Longo Prazo, para 6% ao ano.

De acordo com nota do CMN, as operações realizadas até sexta-feira, 27 de março, cujos processos de contratação ainda não foram concluídos, terão até o dia 10 de abril para formalizar os negócios, para os quais incidirão as taxas de juros anteriores. A nota informa ainda que o Moderfrota conta com R$ 1,8 bilhão em estoque para tomada de crédito até julho e que a tendência é de que as taxas permaneçam com estes valores para o próximo Plano Safra 2015/2016.

A última vez que o governo alterou as taxas do Moderfrota foi em julho do ano passado, no âmbito do Plano Safra 2014/2015, que destinou R$ 3,6 milhões para o programa.

Luiz Moan, presidente da Anfavea, avaliou as novas condições do Moderfrota: “Estão em linha com a política de ajuste fiscal. Ao considerar a tomada desta decisão pelo governo, a Anfavea enaltece a rapidez com que as medidas operacionais foram editadas, bem como a liberação da verba complementar de R$ 1,8 bilhão, o que evita uma paralisação das atividades”, afirma em nota divulgada na sexta-feira, 27.

Já a Abimaq, Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos, afirmou, por meio de seu presidente, José Velloso, que o estoque de recursos de R$ 1,8 bilhão pode ser insuficiente. “A conta da Abimaq e da Anfavea é que R$ 1,8 bilhão garantem o financiamento até a Agrishow (que acontece entre 27 de abril e 1º de maio)”, disse em nota.

Segundo Velloso, para o setor de máquinas e equipamentos agrícolas encerrar a safra 2014/2015 seriam necessários entre R$ 2,2 bilhões e R$ 2,3 bilhões, mas avalia que o aumento anunciado pelo governo é “aceitável” uma vez que a inflação é estimada em 8% para 2015.



Tags: Juros, taxas, Moderfrota, máquinas agrícolas, Anfavea.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência