Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Borghetti aposta em bons negócios para 2015

Motores | 24/03/2015 | 16h05

Borghetti aposta em bons negócios para 2015

Empresa tem 95% da receita proveniente do aftermarket

PAULO RICARDO BRAGA, AB

Gerson Ribeiro, gerente comercial e de marketing da Borghetti Turbos, empresa de capital nacional de São Marcos (RS) especializada no desenvolvimento e produção de turbos e também conhecida pelo nome de seus produtos (Master Power), não compartilha do pessimismo de grande parte das empresas de autopeças que atuam no País. Com um portfólio voltado em 95% para o segmento de aftermarket, ele tem a expectativa de repetir em 2015 o volume de vendas obtido em 2014, da ordem de 10 mil a 12 mil equipamentos por mês, o que garante uma participação expressiva no setor, que tem a presença de BorgWarner, Garrett, Mahle e Holset, entre outros concorrentes.

“Haverá algum sacrifício da rentabilidade”, reconhece Ribeiro, lembrando no entanto que as exportações estão sendo favorecidas pela desvalorização do real. As vendas ao exterior representam 35% da produção da Master Power, que atende clientes em mais de cinquenta países.

Ele explica que um turbo para aplicação em motores diesel tem vida útil de dois anos e meio, o que torna bastante atraente o segmento de reposição. “O ciclo de trabalho dos motores diesel atuais exige muito dos componentes, com giro elevado das turbinas e altas pressões, levando a um desgaste expressivo”. Já no caso do ciclo Otto os turbos chegam a durar o dobro.

A Borghetti, que investe bastante em tecnologia de produto e desenvolvimento, a ponto de ser comparada a suas concorrentes internacionais, fabrica integralmente os turbos, a partir da fundição. Os rotores podem ser de inconel (estes na chamada parte quente do turbo) e em alumínio fundido ou fresado, ou titânio também fresado (na parte fria do turbo). “Estamos fornecendo turbos para atender a legislação Euro 5 aqui e em outros países”, observa Ribeiro.

Além de estar se preparando para atender também o segmento OEM de turbos diesel, a empresa está de olho nas oportunidades que surgirão com o desenvolvimento de motores turbinados do ciclo Otto, especialmente com os projetos de downsizing que levam à utilização de turbinas para garantir melhor eficiência aos propulsores. Nesse campo, a Borghetti já possui experiência, advinda do suprimento de turbos para competições.



Tags: Borghetti, MasterPower, turbos, BorgWarner, Honeywell, Biagio, Mahle, Delphi.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência