Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Engenharia | 11/03/2015 | 14h25

MAN LA submete caminhões a testes de odor

Equipe de qualidade avalia materiais empregados no interior dos veículos

REDAÇÃO AB

A MAN Latin America vem submetendo seus caminhões a testes de odor. Os componentes internos das cabines são todos avaliados. Segundo a companhia, a intenção é evitar danos à saúde do motorista como alergias e irritações. Três colaboradores entram no veículo e permanecem por 50 segundos a fim de encontrar algo anormal. Quando o problema é identificado, a montadora aciona o fornecedor para a correção necessária.

As avaliações são feitas em todas as cabines de caminhões Volkswagen na fábrica de Resende (RJ). Como forma de obter resultados mais próximos a situações reais, os produtos são expostos ao calor para que qualquer tipo de odor interno seja acentuado.

Um dos responsáveis pelo trabalho é o técnico químico Marcos de Oliveira. Deficiente auditivo, ele conseguiu desenvolver um olfato aguçado para esse trabalho. Todos os componentes internos da cabine são avaliados, em especial os que podem reagir quimicamente diante da exposição excessiva ao sol, como plásticos, couro e borrachas, que podem gerar odor incômodo.

Os testes ocorrem na cabine como um todo, considerando cada material empregado, e em peças específicas, analisadas em estufa no laboratório da fábrica de caminhões. As amostras ficam submetidas a 80 graus célsius por cerca de duas horas e depois passam pelo teste olfativo dos inspetores.

A classificação dos cheiros usa a mesma escala aplicada nos automóveis Volkswagen. As notas vão de 1 a 6, sendo 1 imperceptível e 6, insuportável.



Tags: MAN, MAN Latin America, caminhões, Volkswagen, Resende, Marcos de Oliveira.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência