Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Internacional | 03/02/2015 | 13h26

Banco PSA Finance começa a operar com o Santander na França e Reino Unido

Joint venture recebe 2 das 10 licenças previstas para atuar na Europa

REDAÇÃO AB

A joint venture firmada entre o Banco PSA Finance e o Santander Consumer Finance anunciada em julho do ano passado recebeu os dois primeiros acordos das autoridades reguladoras para começar a operar na Europa, informa o grupo em comunicado divulgado na terça-feira, 3. As duas primeiras sociedades, que representam 53% da carteira coberta pelo acordo, poderão realizar financiamentos em concessionárias das marcas Peugeot, Citroën e DS para clientes da França e do Reino Unido.

O acordo prevê a criação de 10 joint ventures no total – Alemanha, Áustria, Bélgica, Espanha, França, Itália, Países Baixos, Polônia, Reino Unido e Suíça – além de uma parceria comercial em Portugal. As instituições preveem iniciar as atividades nos demais países ao longo deste ano até o início de 2016. O acordo entre a PSA Peugeot Citroën e o Santander é uma das estratégias dentro do plano de recuperação do grupo como forma de reverter a crise global (leia aqui).

O Banco PSA Finance, braço financeiro do Grupo PSA Peugeot Citroën, expressa que espera aumentar sua rentabilidade com o novo negócio, uma vez que essas operações revigoram o financiamento das atividades do banco “que recupera assim sua plena capacidade de acesso aos mercados”, diz a nota, que também informa que o Banco PSA Finance deixará de utilizar a garantia do governo francês no âmbito de novas emissões de obrigações. Segundo o braço financeiro da PSA, a divisão automotiva também ganhará reforço a partir do aporte de € 1 bilhão até 2018.

“Esses anúncios são um avanço significativo para o banco e para o grupo. Nossa parceria com o Santander se concretiza na França e no Reino Unido; o Banco PSA Finance confirma sua solidez, demonstrando plena capacidade de se refinanciar nas melhores condições de mercado. Assim, poderá oferecer taxas extremamente competitivas para os clientes das marcas Peugeot, Citroën e DS, ao mesmo tempo em que aumentará fortemente sua rentabilidade”, declarou Jean-Baptiste de Chatillon, diretor financeiro da PSA Peugeot Citroën e presidente do Banco PSA Finance.

A garantia do governo, votada em 29 de dezembro de 2012 pelo parlamento francês e validada pela Comissão Europeia em 29 de julho de 2013, foi concedida para um valor máximo de € 7 bilhões. Ela se aplica aos títulos de dívida emitidos pelo Banco PSA Finance entre 1º de janeiro de 2013 e 31 de dezembro de 2016, tal como previsto inicialmente. Até agora, o total utilizado foi de € 1,5 bilhão, em duas emissões: uma de € 1,2 bilhão em abril de 2013 e outra de € 300 milhões em julho de 2014. Ambas as emissões continuam cobertas por essa garantia, pela qual a PSA Peugeot Citroën já pagou ao governo francês o equivalente a € 60 milhões em comissões até o fim de 2014.



Tags: Banco PSA, Peugeot, Citroën, Santander, DS, joint venture.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência