Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Segurança | 02/02/2015 | 13h00

EUA: recall de 2,1 milhões por defeito de airbags

Consumidores são chamados mais uma vez por causa das bolsas da Takata

REDAÇÃO AB

O secretário de transporte dos Estados Unidos, Anthony Foxx, anunciou na segunda-feira, 2, o recall de mais de 2,1 milhões de veículos no país devido a problemas com os airbags da empresa japonesa Takata, que correm o risco de inflar de forma violenta e inadvertida com o veículo em movimento, mesmo sem nenhuma colisão, o que pode levar à morte motorista e ocupantes. As montadoras e modelos envolvidos são: Corolla, Matrix e Avalon, da Toyota; Honda Odyssey; Dodge Viper; Liberty e Grand Cherokee da Jeep; Pontiac Vibe e Acura MDX, todos modelos feitos a partir dos anos 2000.

O recall irá fornecer aos proprietários destes veículos, que já foram chamados anteriormente para reparar os airbags, uma nova solução paliativa de contenção do problema, depois que as tentativas originais dos fabricantes para corrigir os defeitos mostraram-se ineficazes. A chamada original foi para revisão de um componente eletrônico fornecido à Takata pela empresa TRW.

Segundo informou em nota oficial a Associação Nacional de Segurança Viária dos Estados Unidos (NHTSA na sigla em inglês), por meio do monitoramento de dados de montadoras e consumidores foi descoberto que foram feitas instalações incorretas nos veículos que já passaram por antigos recalls.

De acordo com Mark Rosekind, administrador da NHTSA, essa é uma questão delicada para os consumidores, que possivelmente terão de levar seus carros mais de uma vez para a revisão. “É uma questão urgente de segurança e todos os consumidores que fizeram recalls anteriormente devem instalar esse novo dispositivo de segurança. Mesmo que seja uma solução temporária até que haja uma correção definitiva, os motoristas e suas famílias estarão seguros”, afirmou o executivo.

A entidade americana informa ainda que investigará a TRW, que fornece o controle eletrônico à Takata e é suspeita de estar envolvida nas instalações problemáticas dos airbags e que continuará monitorando se outros modelos de outras montadoras serão chamados. “A NHTSA fará uso de sua autoridade e influência para garantir que as montadoras e empresas de autopeças estejam fazendo o que deve ser feito para garantir a segurança”, alertou Rosekind.



Tags: Airbag, Takata, NHTSA, EUA, Estados Unidos, Acura, Dodge, Jeep, Honda, Pontiac, Toyota, TRW, airbags.

Comentários

  • Antônio

    Só impressão minha ou o problema nem é da Takata e estão colocando como se esta fosse a culpada?

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência