Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

Indústria | 23/01/2015 | 18h55

General Motors chega a 90 anos de Brasil

Dos primeiros furgões aos carros atuais somam-se 14,5 milhões de unidades

REDAÇÃO AB

A General Motors comemora 90 anos de Brasil na segunda-feira, 26, com 14,5 milhões de veículos produzidos no País. O momento coincide com o início da execução de um plano de investimentos de R$ 6,5 bilhões, o maior anunciado pela empresa no país para um quinquênio.

O montante será aplicado no desenvolvimento de produtos, na atualização da linha de veículos e em tecnologias de eficiência energética e conectividade. O Brasil é o terceiro maior mercado mundial da empresa, atrás de China e Estados Unidos.

Em 2014 foram emplacados cerca de 580 mil Chevrolet no País. A empresa foi a líder no varejo (vendas a pessoa física), segunda colocada em automóveis emplacados e terceira em comerciais leves. Os produtos de maior destaque no período foram o Onix e o Prisma. No Brasil, a empresa produz veículos em São Caetano do Sul (SP), São José dos Campos (SP) e Gravataí (RS).

A GM tem ainda uma unidade para motores em Joinville (SC), outra para produção de peças e itens de aço estampado em Mogi das Cruzes, mais um centro logístico em Sorocaba e um campo de provas em Indaiatuba, todos no Estado de São Paulo.

A comemoração dos 90 anos começa no dia 26 com a inauguração do Masc, novo centro logístico de recebimento e armazenamento de materiais no complexo industrial de São Caetano do Sul, que visa a elevar a produtividade.

A rede Chevrolet tem hoje mais de 600 concessionárias. Desde a montagem do primeiro Chevrolet em um galpão no bairro paulistano do Ipiranga, em 1925, até o início de janeiro, 14,5 milhões de veículos foram produzidos pela GM no País.

Veja a seguir alguns fatos históricos relevantes

1925 - Em 26 de janeiro, com capital inicial equivalente a US$ 270 mil, a General Motors se instala no Brasil. Em setembro daquele ano surge o primeiro Chevrolet montado no País, um furgão de entregas;
1927 - Tem início a construção da fábrica de São Caetano do Sul;
1928 - Neste ano a Chevrolet atinge 50 mil unidades no Brasil;
1930 - Começa a produção em São Caetano do Sul;
1942 a 1945 - A GM do Brasil participa, durante a Segunda Guerra Mundial, da produção de veículos e material bélico. São feitos mais de 2 mil veículos a gasogênio para uso civil.
1956 - O Grupo Executivo da Indústria Automobilística (Geia) aprova o plano de nacionalização para a fabricação de caminhões Chevrolet. Têm início as operações da fábrica de motores em São José dos Campos;
1957 - Surge o primeiro caminhão Chevrolet nacional;
1959 - É inaugurada a segunda fábrica da General Motors do Brasil, em São José dos Campos. Na época, produzia somente motores e peças para os caminhões Chevrolet Brasil, picapes e a Chevrolet Amazonas;
1968 - É lançado o Opala, primeiro carro de passeio Chevrolet produzido no Brasil;
1973 - Surge o Chevette, o primeiro carro pequeno da GM no País;
1979 - Começam as vendas de veículos Chevrolet a álcool;
1980 - GM comemora 2 milhões de Chevrolet montados no Brasil;
1982 - Surge o Chevrolet Monza;
1987 – Chevette atinge 1 milhão de unidades em São José dos Campos;
1989 – O Kadett é apresentado à imprensa;
1991 - O Opala sai de linha após 23 anos, com quase 1 milhão de unidades produzidas; surge o Chevrolet Omega, com produção local;
1993 - É lançada a primeira geração do Vectra; o Brasil atinge a marca de 5 milhões de Chevrolet; Chevette sai de linha após 1,6 milhão de unidades produzidas;
1994 - Surge o Corsa, primeiro 1.0 nacional com injeção eletrônica;
1995 - Estreia a S-10, primeira picape média produzida no Brasil; São Caetano do Sul comemora 3 milhões de veículos; surge o utilitário esportivo Blazer; em 1995 nasce também o Corsa Sedan, vendido até hoje com o nome Classic;
1996 - A GM anuncia a exportação de 500 mil veículos ao longo das duas últimas décadas; surge a segunda geração do Vectra. É inaugurado centro de distribuição de peças de Sorocaba (SP);
1997 - É oficializada a construção da fábrica de Mogi das Cruzes (SP); a GM assina contrato para instalação da fábrica de Gravataí (RS); surge a picape Silverado; São José dos Campos comemora 4 milhões de veículos produzidos;
1998 - Fim da produção do Omega nacional; o último Kadett também deixa a linha de montagem em São Caetano do Sul; o novo Astra hatch é apresentado no Uruguai; a montadora apresenta o utilitário esportivo Grand Blazer, feito na Argentina;
1999 - A General Motors e o governo gaúcho concluem acordo sobre a fábrica de Gravataí; é inaugurado o complexo industrial e comercial de Mogi das Cruzes (SP);
2000 - É lançado o Celta, primeiro carro montado em Gravataí;
2001 - Alcançada a marca de 1 milhão de unidades exportadas; monovolume Zafira entra em linha;
2002 - Chega o novo Corsa, nas configurações hatch e sedã;
2003 - Ano de estreia da picape Montana;
2006 - Chega o Prisma, também produzido na fábrica de Gravataí;
2007 – O presidente mundial da GM, Rick Wagoner, anuncia o investimento de US$ 500 milhões, no Brasil e Argentina, para o projeto Viva e para a ampliação e duplicação do centro tecnológico e também a implantação de novas pistas e laboratórios no campo de provas de Indaiatuba;
2008 - É anunciada a implantação de uma fábrica de motores em Joinville, Santa Catarina; Gravataí produz o milionésimo Chevrolet; chega o Captiva, importado do México;
2009 - A diretoria da GM anuncia um programa de investimento de R$ 2 bilhões para o desenvolvimento e lançamento de dois novos veículos (Projeto Onix), a ser produzidos até 2012 em Gravataí; chega o Agile;
2010 – Surgem os importados Malibu, Camaro e a reestilização da picape Montana;
2011- São lançados os sedãs Cruze e Cobalt;

2012 – O ano é marcado por várias estreias. Em fevereiro é lançada a nova geração da picape S10. Em abril chega a versão hatch do Cruze, o Sport6. Em maio são lançados os importados Sonic hatchback e o sedã. Em junho surge a Spin, que substitui Meriva e Zafira. Em outubro é a vez do Onix, hatch desenvolvido no Brasil. Em novembro é lançado o Trailblazer, utilitário esportivo de sete lugares derivado da S10. Gravataí alcança a marca de 2 milhões de veículos;
2013 – Em fevereiro surge o novo Prisma, agora derivado do Onix e não mais do Celta. Em março o Cobalt atinge 100 mil unidades;
2014 – Chevrolet Prisma chega a 100 mil veículos produzidos e o Onix, a 200 mil. Gravataí comemora 2,5 milhões de carros. Com capacidade de até 63 unidades por hora, em três turnos, a fábrica é hoje a maior da empresa no Hemisfério Sul. Também em 2014, Campo de Provas da Cruz Alta completa 40 anos. Ali são desenvolvidos e validados diferentes modelos Chevrolet.



Tags: GM, General Motors, Chevrolet, Opala, Chevette, Monza, Omega, Corsa, Celta, Prisma, Cobalt, Spin, Cruze, Gravataí, São Caetano do Sul, Cruz Alta, Trailblazer.

Comentários

  • Talita Gatti

    Parabéns à GM e todos os seus colaboradores.

  • VANDERLEI NICOLA

    Valeu pessoal da GMB , rumo ao Centenário , parabéns aos atuais colaboradores e a todos aqueles que contribuíram para seu sucesso . Vanderlei Nicola

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência