Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Ford EcoSport desagrada na Europa

Internacional | 20/01/2015 | 18h00

Ford EcoSport desagrada na Europa

Montadora atualizará veículo para atrair consumidor da região

REDAÇÃO AB

O EcoSport, que foi amplamente anunciado no Brasil como o primeiro carro global da Ford a ter o desenvolvimento liderado pelo time nacional de engenharia, não teve a aceitação esperada na Europa. As vendas do carro, que começaram em abril de 2014 na região, decepcionaram a expectativa da montadora. Para contornar esta situação, a companhia trabalha agora para adaptar o modelo ao gosto do consumidor local. Em maio o utilitário esportivo chegará ao continente atualizado. A principal mudança prevista é a remoção do estepe da tampa traseira.

Informações da agência Automotive News Europe indicam que as vendas do EcoSport ficaram atrás dos concorrentes do aquecido segmento de SUVs compactos. Enquanto o modelo da Ford teve 11,2 mil emplacamentos na região desde o seu lançamento, a demanda pelo Renault Captur, líder da categoria, chegou a 149,7 mil pedidos no mesmo período. O Peugeot 2008 e o Opel/Vauxhall Mokka também tiveram performance muito superior, com 125 mil unidades e 114,6 mil unidades entregues, respectivamente.

O EcoSport que chega às concessionárias europeias é fabricado na Índia. Quando apresentou o modelo no continente a Ford declarou que não faria alterações no veículo. Apenas agora, depois da decepcionante experiência inicial, a empresa assume que oferecerá o SUV sem o estepe na tampa traseira. O consumidor poderá escolher esta configuração sem custo adicional.

O carro atualizado promete outras novidades no design, novos plásticos no interior e mudanças na suspensão. “Queremos dar ao EcoSport um pouco mais da personalidade do Fiesta”, admitiu à agência um porta-voz da montadora. A estratégia é promissora para a marca, já que o Fiesta é o carro mais vendido da Ford na Europa.

Caso consiga corrigir o curso das vendas do EcoSport na região, a empresa poderá encontrar grande potencial de crescimento. Estimativa da IHS aponta que o segmento de SUVs compactos deve saltar das 500 mil unidades registradas no ano passado para mais de 900 mil em 2017.



Tags: EcoSport, Ford, Europa, atualização.

Comentários

  • Talita Gatti

    Agora fica a questão: qual o motivo da ford não ter desde o inicio utilizado o conceito bem sucedido na Europa apenas agregando valor ao produto? Por que assumir um risco tão grande em confeccionar um produto sem a garantia da aprovação do cliente? Todo conceito de analise antes do investimento? O fato de que : "A principal mudança prevista é a remoção do estepe da tampa traseira" me deixa sem entender como uma montadora tão potencial como a Ford pode cometer um erro desses, sendo que uma simples pergunta de campo evitaria esse transtorno. Ford para cliente : - Cliente, você prefere com tampa traseira ou sem? Alguém poderia me explicar se isso é algum tipo de estrategia de Mkt ou foi falta de um bom estudo antes da produção do veiculo?

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência