Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias
Termina a greve na VW em São Bernardo

Trabalho | 16/01/2015 | 12h22

Termina a greve na VW em São Bernardo

Montadora cancelou as 800 demissões que faria no fim deste mês

MÁRIO CURCIO, AB

Terminou a greve na unidade Anchieta da Volkswagen, em São Bernardo do Campo (SP). O cancelamento das 800 demissões que ocorreriam no fim de janeiro e a aprovação de acordo feito entre a montadora e o sindicato puseram fim à paralisação de 11 dias.

A greve impediu durante esse período a produção de todos os modelos feitos na unidade (Gol, Polo e Saveiro) e os metalúrgicos conseguiram paralisar até mesmo o refeitório e o setor administrativo.

A produção será retomada nesta segunda-feira, 19. Veja parte do comunicado oficial da montadora a respeito: “Empresa e sindicato retomaram as discussões e chegaram nesta sexta-feira (16/1) a uma proposta balanceada que possibilitará a adequação da estrutura de custos e efetivo da unidade. O resultado contempla a continuidade dos mecanismos de adequação de efetivo por meio de programas voluntários, com incentivo financeiro, e também “desterceirizações” temporárias para alocação de parte do excedente de pessoal, entre outras medidas”. O comunicado da VW também assegura a produção de veículos no ABC a partir de uma nova plataforma.

Também na sexta-feira, o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC emitiu nota a respeito do fim da greve. Para o presidente da entidade, Rafael Marques, o cancelamento das demissões era essencial para a retomada das negociações: “Partimos dessa condição. Sem a retomada dos postos de trabalho nenhuma proposta seria considerada.”

Segundo Marques, o movimento permitiu ao sindicato negociar um novo acordo coletivo com a VW, melhor do que o que havia sido rejeitado em dezembro. Tem vigência até 2019 e resulta em garantia de emprego durante sua validade, reajuste integral da inflação incorporado ao salário para os próximos quatro anos (de 2016 a 2019) e aumento real nos anos de 2017 até 2019. Para 2016, o aumento real ocorrerá em forma de abono.

As cláusulas sociais também valem até 2019. O acordo prevê ainda a garantia de novos investimentos, com a vinda de novos produtos, incluindo uma plataforma mundial para produção na fábrica de São Bernardo do Campo.

Para 2015, o reajuste da inflação e o aumento real de 2% serão pagos em forma de abono e antecipados para o dia 20 de janeiro. O texto avança em relação à proposta rejeitada no ano passado, ao garantir o reajuste pelo INPC em 2016 incorporado ao salário.

Pela proposta anterior, esse reajuste seria substituído por abono salarial. Os metalúrgicos conquistaram também a antecipação do abono de 2015 e o complemento da Participação nos Lucros e Resultados (PLR) de 2014, conforme as novas regras.



Tags: Greve, Volkswagen, VW, metalúrgicos, demissões, paralisação.

Comentários

  • Luiz Fernando

    Isto mostra ao povo brasileiro o quanto eles tem força para tomar decisões importantes quando unidos, pois assim formam uma grande força e se realmente nos unirmos poderíamos mudar rumo do pais.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência