Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado | 14/01/2015 | 16h15

Venda a prazo de veículos recuou 5,4% em 2014

Retração mais acentuada no período ocorreu para pesados zero-km

MÁRIO CURCIO, AB

Durante 2014 foram vendidos a prazo 6,39 milhões de veículos novos e usados, volume 5,4% menor que o do ano de 2013. O número foi divulgado pela Cetip e inclui transações de veículos leves, pesados e motos por CDC, leasing, consórcio e outras formas de parcelamento.

A venda a prazo de veículos leves (automóveis e utilitários) novos e usados em 2014 somou pouco mais de 5 milhões de unidades, o equivalente a 78,3% de todos os veículos negociados à prestação, registrando queda de 4%. A venda de usados a prazo alcançou 2,96 milhões de unidades e ligeira alta de 0,3% em relação a 2013. Já os modelos novos tiveram recuo de 9,6%.

O segmento de pesados, embora com menores volumes, foi o que apresentou a retração mais acentuada na soma de novos e usados. O ano que terminou teve 316 mil unidades financiadas, resultando em queda de 15,9% em relação a 2013. Os pesados zero-quilômetro tiveram 172 mil unidades parceladas e queda de 21,9%. Os usados somaram 144 mil unidades e recuo menor, de 6,9%.

As vendas a prazo também caíram no setor de duas rodas. Com pouco mais de 1 milhão de unidades, somadas aí novas e usadas, o volume foi 8,2% menor que o de 2013. A maior retração, de 8,7%, ocorreu para as zero-quilômetro. O recuo para os modelos de segunda mão foi de 3,4%.

A Cetip opera o Sistema Nacional de Gravames (SNG), base integrada de informações que reúne o cadastro das restrições financeiras de veículos dados como garantia em operações de crédito em todo o Brasil.



Tags: Vendas a prazo, CDC, leasing, Cetip, financiamento, consórcio.

Comentários

  • Paulo Ramos

    Reflexo do crédito muito restrito, resistência dos bancos e financeiras em conceder crédito para prazos longos, exigência de maior percentual de entrada, taxa de juros elevada. Será que com as novas regras de retomada do bem em caso de inadimplência esse quadro será revertido?

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência