Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado | 16/12/2014 | 16h21

Vendas financiadas têm queda de 10,4% em 2014

Medidas de estímulo não impediram retração em autos, motos e pesados

MARIO CURCIO, AB

A média diária de vendas financiadas para veículos novos (leves, motos e caminhões) cresceu 9,5% de outubro para novembro. No entanto, as diferentes medidas de estímulo ao crédito adotadas este ano ainda não foram suficientes para impedir a queda nos financiamentos, incluindo CDC, leasing, consórcio e outras formas menos expressivas de vendas a prazo.

No acumulado de janeiro a novembro de 2014 foram financiados 2,83 milhões de veículos novos, uma queda de 10,4% em relação ao mesmo período do ano passado. A retração mais expressiva, de 18,7%, ocorreu para os caminhões, seguida dos veículos leves (-10,6%) e das motos (-8,2%). Os números foram divulgadas na terça-feira, 16, pela Cetip, que opera o Sistema Nacional de Gravames (SNG), base integrada de informações que reúne o cadastro das restrições financeiras de veículos dados como garantia em operações de crédito em todo o Brasil.

MERCADO DE USADOS

As vendas financiadas para veículos usados de janeiro a novembro deste ano somaram 2,91 milhões de unidades, resultando em ligeira queda de 0,94% em relação aos mesmos meses de 2013. A queda mais acentuada ocorreu para os veículos pesados (-7,6%), seguida das motos (-3,7%). Para os veículos leves de segunda-mão, que somaram de janeiro a novembro 2,68 milhões de unidades financiadas, a retração foi apenas de 0,5%.



Tags: Financiamentos, Cetip, CDC, leasing, consórcio, autos, motos, pesados, Cetip.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência