Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Motos: novembro é o terceiro pior mês do ano

Mercado | 02/12/2014 | 12h14

Motos: novembro é o terceiro pior mês do ano

No entanto, média diária de 5,6 mil emplacamentos mostra reação

MÁRIO CURCIO, AB

Novembro fechou como o terceiro pior mês do ano em emplacamento de motos. Com 111.956 unidades, superou apenas junho e agosto, impactados pelo início e pelo fim da Copa do Mundo. Em relação a outubro, a queda foi de 6,97%. Os números são da Fenabrave, federação que reúne as associações de concessionários.

- Veja aqui os dados da Fenabrave

A média diária de emplacamentos, contudo, subiu das 5,2 mil motos em outubro para 5,6 mil se considerados 20 dias úteis. Na prática, porém, essa média ficou mais próxima das 6 mil motos/dia por causa do Dia da Consciência Negra, feriado em grandes praças como Rio de Janeiro, São Paulo e em mais de mil cidades, que tiveram muitas vezes 18 dias úteis.

O acumulado do ano teve 1,3 milhão de motocicletas zero-quilômetro licenciadas, volume 5,3% menor que o dos mesmos 11 meses de 2013. As fabricantes instaladas em Manaus preveem 1,44 milhão de unidades até o fim do ano, o que indica um dezembro com cerca de 120 mil emplacamentos.

DESEMPENHO DAS FABRICANTES

A Honda mantém fatia superior a 80% do mercado e respondeu por mais de 1 milhão de motos emplacadas até novembro. No confronto com os 11 meses de 2013, porém, a líder registrou um volume 10,1% menor. A vice-líder Yamaha teve 163,6 mil unidades licenciadas até novembro, alta de 9,7%. Terceira colocada, a Dafra respondeu por 23,5 mil emplacamentos e registrou recuo de 18,4% ante os mesmos 11 meses de 2013. A Suzuki, quarta colocada, teve 13,9 mil motos licenciadas e uma queda acentuada de 45,2% ante os mesmos meses do ano passado.

Entre as marcas com tradição em alta cilindrada, a BMW registrou 7,1 mil motos e leve alta de 2,3%. Embora pequeno, o crescimento foi suficiente para elevar a marca do nono para o sexto lugar, superando Harley-Davidson e Kawasaki, duas outras fabricantes locais de motos grandes. Uma das posições foi herdada da Kasinski, cuja produção está parada há mais de um ano.



Tags: Motos, emplacamentos, Fenabrave, Honda, Yamaha, Suzuki, Dafra, BMW, Kawasaki, Harley-Davidson.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência