Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

Balanço | 05/11/2014 | 19h35

Mercado externo garante resultado positivo da Fras-le

Lucro líquido cresceu 4,2% de janeiro a setembro de 2014

REDAÇÃO AB

Apesar de destacar “cenário econômico fragilizado” deste ano, a Fras-le apresentou resultados financeiros positivos nos primeiros nove meses de 2014. A fabricante de pastilhas e lonas de freios pertencente ao grupo Empresas Randon apurou lucro líquido de R$ 34,5 milhões, cifra 4,2% superior ao do mesmo período de 2013. O faturamento líquido de janeiro a setembro cresceu 8%, para R$ 578,2 milhões. As receitas obtidas no exterior com exportações e subsidiárias fora do País garantiram os ganhos dos três trimestres do ano.

Enquanto a receita líquida no mercado nacional avançou 1,5%, para R$ 306,9 milhões em nove meses, o faturamento no mercado externo de R$ 271,3 milhões ficou 16,3% acima do verificado no mesmo período de 2013. Somente as exportações da Fras-le Brasil atingiram US$ 77,8 milhões, valor 13,3% maior do que em idêntico intervalo do ano passado. Somando as vendas externas da matriz brasileira e de suas subsidiárias, o total de receitas vindas de fora do território brasileiro chega a US$ 116,3 milhões de janeiro a setembro, 4,9% superior ao resultado de iguais meses de 2013.

Em comunicado distribuído na quarta-feira, 5, a Fras-le aponta que a desaceleração econômica no Brasil e Argentina refletiram negativamente nos resultados, o que foi parcialmente compensado pelo crescimento nos volumes de exportação e pela expansão dos negócios no exterior. Por outro lado, a suspensão durante o primeiro semestre do Reintegra (regime que restitui parte da tributação residuais sobre as exportações) acabou reduzindo os ganhos externos da companhia.

“A receita líquida consolidada, apesar da evolução apresentada, continua refletindo a instabilidade atual no mercado nacional, principalmente nos negócios realizados com as montadoras e sistemistas”, diz o comunicado da Fras-le. “O segmento de reposição que obteve uma leve evolução no terceiro trimestre e manteve o desempenho deste último período estável em relação a 2013”, acrescenta a nota.

A única oscilação negativa nos resultados de nove meses foi a redução de 7,4%, para R$ 78,5 milhões, do EBTIDA (sigla em inglês para lucros antes de impostos, despesas ou ganhos financeiros e depreciação de ativos). Segundo a empresa, custos de adequações na estrutura de mão de obra, realização de mais trocas de ferramentais devido ao mix de pedidos com aumento dos itens de menores volumes e despesas com o cancelamento da oferta de ações no primeiro semestre foram fatores pontuais que influenciaram o negativamente o desempenho.

Em resumo, a Fras-le afirma que a evolução positiva geral dos resultados nos primeiros nove meses de 2014 foi garantida pela melhora de sua atuação no mercado externo, o que originou melhores margens nos volumes exportados no período, além da redução das despesas operacionais.

A companhia prevê que a instabilidade no mercado nacional seja acentuada nos próximos por causa da pressão inflacionária e de outros fatores que impactam nos diversos setores da economia. Segundo o novo diretor de relações com investidores da Fras-le, Vanderlei Novello, o fato positivo fica por conta das medidas de estímulo ao crédito, assim como o Inovar-Auto. Para os negócios internacionais, a empresa projeta expansão moderada da economia global. “Continuaremos buscando oportunidades de crescimento dos volumes de vendas e de participação de mercado em nível mundial, também estabelecendo metas desafiadoras para as unidades industriais do exterior (Estados Unidos e China) e para a unidade controlada Freios Controil no Brasil”, diz o executivo no comunicado.



Tags: Fras-le, Empresas Randon, resultado, balanço, lucro, faturamento.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência