Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

Segurança | 03/11/2014 | 18h11

Honda reduz salários por excesso de recalls

Presidente e outros 12 diretores ganharão de 10% a 20% menos por 3 meses

REDAÇÃO AB

Por causa do excesso de recalls verificado no último ano, o presidente da Honda e 12 dos principais dirigentes da montadora baseados na matriz, no Japão, decidiram assumir a responsabilidade com uma ação inédita, uma espécie de “haraquiri econômico”: a redução de seus salários. Pelos próximos três meses, o presidente Takanobu Ito ganhará 20% menos, enquanto outros executivos, incluindo o vice-presidente Tetsuo Iwamura e o chaiman Fumiko Ike, terão uma redução de 10% de seus ganhos.

Segundo a montadora, a gota d’água foi o quinto recall do modelo Fit no período de um ano: o primeiro recall do modelo foi estabelecido em outubro de 2013, um mês após seu lançamento, devido a uma falha na caixa de câmbio automática com dupla embreagem. Os quatro seguintes foram todos por diferentes falhas, incluindo o último, divulgado no dia 24 de outubro, para 425,8 mil unidades.

A empresa também levou em conta os milhares de chamados que envolvem outros modelos e cujos problemas geraram ações judiciais por causa de quatro mortes – sobretudo em modelos Honda – relacionadas aos airbags fornecidos pela Takata. No caso do Fit, ainda não há nenhuma notícia de que o problema tenha causado dano a algum motorista ou terceiro. Contudo, a empresa calcula que seus últimos cinco recalls tenham gerado um custo adicional equivalente a algo próximo de US$ 146 milhões, sendo que este último custará perto de US$ 53 milhões.

Na ocasião do anúncio do último recall do Fit híbrido, no mês passado, a montadora informou, por meio de porta-voz, que o custo teria impacto mínimo sobre o lucro. “Nós incomodamos muitos clientes e estamos profundamente arrependidos”, disse o porta-voz Akemi Ando.

Além de reduzir os salários de executivos do alto escalão, a Honda definiu criar uma divisão interna para supervisionar as melhorias de qualidade, sob responsabilidade do diretor Fukuo Koichi.



Tags: Honda, recall, Takata, falha, defeito, salário.

Comentários

  • Claudia Maria

    Este fato aconteceu no Japão ou Brasil ?

  • Joel

    É um exemplo interessante mas que não resolve os problems de qualidade. Tem que investir em mais qualidade no desenvolvimento e na manufatura de seus produtos, sejam internos ou externos. O rítimo cada vez mais acelerado para se lançar novos produtos tem prejudicado o tempo ideal de maturação do projeto. Ai sai com falha!

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência