Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Crédito | 30/10/2014 | 17h28

Financiamento de veículos recua pelo 9º mês consecutivo do ano

Enquanto inadimplência atinge menor índice em 2014, divulga Banco Central

REDAÇÃO AB

O estoque de crédito para a aquisição de veículos recuou 0,3% em setembro na comparação com agosto, para o total de R$ 183,9 bilhões, de acordo com dados preliminares do desempenho do sistema de crédito divulgado na quinta-feira, 30, pelo Banco Central. De acordo com o relatório, o saldo de setembro ficou 4,6% abaixo do registrado em igual mês de 2013 e nos últimos 12 meses terminados em setembro a retração chega a 4,7% na comparação com o ano imediatamente anterior. O BC não registrou neste ano nenhum crescimento do saldo da carteira de veículos durante os nove meses do ano.

Por outro lado, as concessões de crédito para o financiamento de veículos subiram 10,9%, para R$ 8,5 bilhões liberados em setembro contra os R$ 7,6 bilhões registrados em agosto. Este foi o mês com o maior valor liberado para o setor até agora neste ano, à frente até do mês de janeiro, quando o sistema financeiro liberou R$ 8,4 bilhões. Vale lembrar que aquele mês é considerado o melhor janeiro da história do varejo automotivo. A concessão realizada em setembro também avançou 2,7% sobre mesmo mês do ano passado e nos 12 meses terminados em setembro houve alta de 4,3% sobre o resultado do período anterior.

De acordo com a instituição, a inadimplência no setor de veículos alcançou em setembro o menor índice do ano ao fechar em 4,4% - há um ano, o atraso nos pagamentos acima de 90 dias representavam 5,7% dos financiamentos.

Os atrasos entre 15 e 90 dias, que indicam a tendência para os índices de inadimplência, também vêm apresentando histórico de queda gradativa: só no último trimestre, entre julho e setembro, os atrasos diminuíram 0,9%. Em julho, era de 7,7%, passando de 7,4% para agosto e fechando setembro em 7,2%.

A taxa média de juros praticada em setembro foi a terceira menor do ano, ao fechar em 22,8% ao ano, 0,4 ponto porcentual abaixo do verificado em agosto. Até agora, a taxa de abril foi a mais baixa do ano, de 22,6%, e a de janeiro, 22,7%, considerando CDC para pessoa física. No leasing (arrendamento mercantil), a taxa média para veículos fechou setembro em 17%, alta de 0,7% sobre a de agosto.

O balanço do BC também mostra que os contratos de crédito firmados em setembro tiveram prazo médio de 41 meses, mantendo a mesma média desde fevereiro. No leasing, a média fechou em 44 meses contra os 45 meses de agosto.

FINANCIAMENTOS

A participação dos financiamentos nas vendas de veículos novos em setembro chegou a 63%, o maior índice para o ano, conforme dados divulgados também na quinta-feira, 30, pela Cetip, empresa que opera o Sistema Nacional de Gravames (SNG), base de informações que reúne cadastros das restrições financeiras de veículos como garantia de crédito.

No mês passado, o volume de veículos financiados subiu 5,4% com relação a igual mês do ano passado, para um total de 564,5 mil unidades, entre novos e usados, superando o desempenho de agosto em 10% (leia aqui).



Tags: Crédito, Banco Central, inadimplência, financiamento, taxa de juros, leasing, Cetip.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência