Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Internacional | 23/10/2014 | 18h57

Jaguar Land Rover e Chery inauguram fábrica em sociedade

Sócias na China, as duas fabricantes vão produzir separadas no Brasil

REDAÇÃO AB

Com investimentos de US$ 1,8 bilhão, a Jaguar Land Rover anunciou dia 21 de outubro o início de produção de veículos na China, em Changshu, ao norte de Xangai, com a inauguração de sua primeira unidade industrial fora do Reino Unido, fruto de sociedade com a Chery Automobile. As linhas de montagem estão sendo inauguradas com a fabricação do Range Rover Evoque.

“A abertura da nova planta representa um marco importante para a Jaguar Land Rover. A decisão de montar o Range Rover Evoque em Changshu é resultado de um compromisso de levar mais veículos chineses aos consumidores locais”, disse Ralf Speth, CEO da companhia. Como parte da joint venture devem ser implantados um centro de pesquisa e desenvolvimento e uma planta para a manufatura de motores.

As vendas do Ranger Rover Evoque chinês devem começar no princípio de 2015. Em 2016, quando a capacidade de produção atingir 130 mil unidades por ano, a unidade deve oferecer três modelos da linha Jaguar Land Rover, montados em linhas altamente automatizadas, que contarão com 306 robôs. Uma nova instalação para componentes de alumínio, a primeira na China, está sendo construída para atender a fabricação de produtos da Jaguar.

Segundo a Jaguar Land Rover, que está presente na China há uma década, tão logo a nova unidade esteja totalmente operacional a linha de veículos deve incluir modelos especialmente desenhados para o mercado chinês. No último ano fiscal a fabricante registrou a comercialização de mais de 100 mil veículos no país.

OPERAÇÃO NO BRASIL

Adquirida pela Tata Motors em 2008, a Jaguar Land Rover teve seu projeto de produção no Brasil aprovado pelo Ministério do Desenvolvimento, dentro das regras do Inovar-Auto para atender marcas premium. A empresa anunciou aporte de R$ 750 milhões no empreendimento localizado em Itatiaia (RJ), que começará a operar em 2016, com capacidade para 24 mil veículos por ano.

Por outro lado, a Chery acaba de inaugurar sua planta em Jacareí (SP), aplicando recursos próprios de US$ 530 milhões no complexo que reunirá a fábrica de veículos, uma planta de motores Acteco e pista de testes. Até o fim do ano a empresa deverá reunir 500 pessoas. O presidente Roger Peng projeta a produção de 50 mil unidades no primeiro ano de operação.

Em uma segunda fase esse volume poderá chegar a 150 mil unidades/ano, com 3 mil empregados. O primeiro carro a sair da linha de produção brasileira será o compacto Celer, nas versões hatch e sedã. No segundo trimestre de 2015 entrará em linha o novo QQ, subcompacto mais barato que passa por modificação de design. Em 2016 será a vez de um terceiro modelo, um SUV pequeno.



Tags: Jaguar Land Rover, Chery, China, carros, indústria.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência