Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Fiat mais presente no mundo digital

Marketing | 29/09/2014 | 14h55

Fiat mais presente no mundo digital

Companhia desenvolve iniciativas para se aproximar do novo consumidor

GIOVANNA RIATO, AB

Que a experiência de consumo passa por mudanças profundas na era digital já é uma verdade que as empresas conhecem. A questão agora é como cada uma delas vai trabalhar para atender a este novo cliente. Entre as montadoras, a Fiat é uma das companhias que tem trabalhado com maior velocidade para se adequar à nova realidade. “Não há fórmula. Acreditar que estamos prontos para este cenário é um erro”, enfatiza Patrícia Pessoa, gerente de marketing de relacionamento e redes sociais da organização. A executia participou o II Fórum Marketing Automotivo, promovido por Automotive Business na segunda-feira, 29, em São Paulo (SP).

A especialista admite que é difícil acompanhar as mudanças e que os profissionais e empresas precisam estar preparados para novos aprendizados todos os dias. Para ela, esse aspecto da era digital é um dos grandes desafios principalmente na indústria automotiva, acostumada a liderar o consumidor. “Existe uma perda de controle. As marcas estão nas redes sociais independentemente da vontade delas. Não há como controlar o que falam da gente. Hoje qualquer consumidor poder ser o estopim de uma crise”, explica

Patrícia acredita, no entanto, que mesmo sem o poder de definir o que os clientes comentam online, as empresas devem se empenhar em levar assuntos de interesse, em despertar a vontade nas pessoas para falar sobre a marca. Ela explica que isso deve ser feito com a adequação do conteúdo gerado pela empresa aos memes e assuntos da internet.

Como exemplo disso a executiva cita a iniciativa da Fiat quando o Papa Francisco, em visita ao Brasil em 2013, escolheu um Idea para circular localmente. Diante do risco de levar a fama de usar religião como apelo comercial, a equipe de comunicação da montadora postou apenas “Boa Idea, Francisco” no perfil da empresa no Facebook com uma ilustração do carro. A brincadeira foi bem recebida pelo público e tornou-se até manchete de notícias em alguns portais.

Outra iniciativa vista como uma vitória pela companhia é a Fiat Live Store, que oferece ao consumidor a oportunidade de, pela internet, conhecer detalhes e interagir com os veículos da marca. “Cerca de 70% dos consumidores pesquisam primeiro na internet. Precisamos reduzir a dissonância entre a experiência real e a virtual, aproximar a experiência e atender expectativas”, detalha. Patrícia revela que a experiência online atrai uma série de clientes para as concessionárias físicas da marca, com alto potencial para negócios.

REVOLUÇÃO DO MARKETING

Fabio Madia, diretor de planejamento e atendimento da MadiaMundoMarketing, defende que o mundo se adequa a uma nova realidade, conhecida por New Normal. O conceito abrange uma sociedade em constante mudança, que enfrenta constantes crises e incertezas, voltada ao consumo mais inteligente, à sustentabilidade e ao empreendedorismo. “É o mundo líquido. Vivemos a verdadeira revolução do marketing”, defende.

Madia aponta que a nova realidade torna cada vez mais desafiadora a tarefa de planejar, já que os negócios são cada vez mais imprevisíveis, com mudanças no cenário e no perfil e hábitos do consumidor. Nesse contexto o especilista defende que as empresas invistam em qualidade, não em quantidade na comunicação na internet. O uso de aplicativos mobile é outro caminho promissor. A tecnologia já têm 1,2 bilhões de usuários no mundo e movimentou US$ 30 bilhões em 2013.



Tags: marketing, Fiat, Madia, comunicação, digital.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência