Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado | 26/09/2014 | 17h58

Argentina prorroga Procreauto até janeiro de 2015

2ª fase do programa de crédito manterá condições facilitadas para financiamentos

REDAÇÃO AB

O governo da Argentina anunciou que estenderá o Procreauto até 10 de janeiro de 2015, como forma de manter o impulso dos emplacamentos de veículos. A primeira fase, que foi lançada em junho deste ano e tem vigência até o fim de setembro (leia aqui), oferece crédito com condições facilitadas para o financiamento de veículos.

Para a segunda fase do Procreauto, a ministra da Indústria da Argentina, Débora Giorgi, anunciou que serão mantidas as mesmas condições da primeira etapa. Desta vez, estão incluídos 24 veículos - na primeira fase eram 26 - das montadoras Ford, PSA, Renault, Toyota e Volkswagen, que representam 15,4% dos modelos emplacados em 2013. Fiat, General Motors e Honda, que juntas somavam 7 veículos incluídos no programa, não constam na lista das empresas que aderiram à segunda fase.

Foram listados para esta segunda fase duas versões do Ford Ranger; cinco modelos da PSA, sendo três versões do Peugeot 308, um do 408 e um do Citroën C4; duas versões do Renault Clio Mio e 7 do Fluence; uma versão do Toyota Hilux; seis opções do Volkswagen Suran e uma da Amarok.

Os veículos participantes têm desconto entre 5% e 7,5%, e seus valores variam de 110 mil pesos, como uma variante do Renault Clio Mio, até 299 mil pesos, caso do Ford Ranger.

Subsidiado pelo Banco de la Nación (estatal), o Procreauto prevê financiamento de até 90% do valor do veículo, juros de 17% ao ano para clientes e de 19% para não clientes, valor reduzido de entrada, prazo de até 60 meses e prestações que não podem superar em 30% a renda líquida familiar.

“A primeira etapa do Procreauto teve muito sucesso, impulsionou o aumento de emplacamentos, a demanda foi reativada, fez as pessoas voltaram às concessionárias, e ainda implicou a eliminação da metade das suspensões. As montadoras que aderiram à primeira fase estão trabalhando a pleno uso de sua capacidade”, destacou a ministra Giorgi durante o balanço da primeira fase do Procreauto, na quinta-feira, 25.

Giorgi também detalhou que a primeira etapa do plano foi concluída com 21.800 créditos outorgados, dos quais 15.300 já foram efetivados e outros 6.500 se encontram em processo, o que implica, globalmente, em 2,1 bilhões de pesos desembolsados para os financiamentos. Além disso, o Banco de la Nación ainda tem 7.500 solicitações pendentes que, junto às que ainda não foram efetivadas, alcançam um total de 14 mil veículos em processo de aprovação.



Tags: Argentina, crédito, financiamento, Procreauto, Débora Giorgi.

Comentários

  • Roberto Dal Medico

    Pela reportagem somente veículos montados localmente foram beneficiados pelo programa, ou seja aqueles que são produzidos no Brasil estão de fora deste benefício. Isto é legal segundo as regras de comercio Brasil/Argentina? Isto é protecionismo puro.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência