Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado | 24/09/2014 | 17h43

Tata Nano é o carro mais barato do mundo

Levantamento de preços da Jato Dynamics analisou doze mercados

REDAÇÃO AB

O Tata Nano ainda é o carro mais barato do mundo, segundo levantamento realizado pela Jato Dynamics, que investigou os mercados da Alemanha, Brasil, Canadá, Chile, China, Coreia do Sul, Estados Unidos, Inglaterra, Índia, Japão, México e Rússia. O microcarro, produzido na Índia e lançado em 2009 justamente com o apelo de carro mais barato do mundo, custa o equivalente a R$ 5.231,98.

Na segunda posição o ranking traz o Jiangnan TT, outro microcarro montado na China, que custa R$ 7.597,99. O terceiro mais barato é o Maruti Alto, que pode ser adquirido na Índia pelo equivalente a R$ 8.802. A consultoria adverte que as características dos veículos são muito básicas, com motor de baixa potência e ausência de equipamentos como airbags, freios ABS e sistema de áudio.

De acordo com o ranking, que sempre traz os três mais baratos dos mercados avaliados, os três de menor preço vendidos no Brasil são o Chery QQ 1.1 (R$ 22.990,00), Fiat Palio 1.0 flex (R$ 24.950,00) e Uno 1.0, versão Evo Flex Vivace (R$ 26.110,00).

Os veículos mais baratos do Canadá, Estados Unidos e Rússia possuem motores 1.6 e alguns já vêm com airbags, sistemas de som e até ar condicionado.

À exceção dos Estados Unidos, segundo a Jato Dynamics, os segmentos de carros mais baratos nos doze países analisados são os de hatches e microcarros.

Veja abaixo o ranking dos carros mais baratos:

escrever



Tags: Jato Dynamics, ranking, preço, Tata, Nano, Maruti, Jiangnan, Fiat, Palio, Uno.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência