Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Máquinas | 04/09/2014 | 20h30

Financiamento barato reaquece mercado agrícola em agosto

Cresceu 1,4% em relação a julho, mas ainda está 18,9% menor no ano

CAMILA FRANCO, AB

O mercado de máquinas agrícolas e de construção apresentou leve reação de julho a agosto. De acordo com números divulgados pela Anfavea, associação dos fabricantes de veículos, as vendas dos equipamentos no atacado aumentaram 1,4% de um mês para o outro, para o equivalente a 6,4 mil unidades. Na comparação com agosto do ano passado, porém, as entregas são 17,1% menores.

- Veja aqui os dados da Anfavea.

Ana Helena de Andrade, diretora de assuntos governamentais da AGCO na América do Sul e vice-presidente da Anfavea, explica que o setor tem sido estimulado pela linha PSI do BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico), que a partir de setembro passou a financiar 100% do valor do bem de capital (leia aqui). Além disso, contribuem com o aumento da demanda os eventos de divulgação das máquinas.

“A leve alta é muito importante porque sinaliza uma recuperação. Em visita à feira Expointer, observamos que as empresas associadas à Anfavea, bem como seus clientes, estão mais otimistas. Novos modelos estão sendo colocados no mercado, o que ajudará a fortalecer nossas vendas futuras”, analisa a executiva.

Os resultados positivos, contudo, ainda não sentidos no ano como um todo. De janeiro a agosto, com 45,8 mil máquinas agrícolas e de construção vendidas, a retração é de 18,9% sobre igual intervalo do ano passado. Dentre os segmentos, o que mais encolheu, 43,6%, foi o de retroescavadeiras, para 2,8 mil unidades, devido a diminuição de obras de infraestrutura pelo País. Foi seguido por colheitadeiras, com retração de 24,2%; por tratores de rodas, com vendas 16,2% menores; e por tratores de esteiras, que tiveram volume 9,4% mais baixo. O único tipo de máquina a apresentar alta nos primeiros oito meses foi o de cultivadores motorizados, de apenas 2,5%.

Como consequência de estoques ainda elevados, as fabricantes continuam a reduzir o volume de produção. Saíram das linhas de montagem 57,2 mil máquinas nos primeiros oito meses, volume 14,6% menor do que o fabricado em igual intervalo do ano passado. Desse total, pouco mais de 8 mil unidades foram montadas em agosto, o que representa queda de 8,4% em relação a julho e de 11,8% sobre agosto do ano passado.

No acumulado do ano, a produção de retroescavadeiras encolheu 32,5%, para 4,2 mil unidades e a de colheitadeiras baixou 19,5%, para 4,8 mil máquinas. Os únicos segmentos a terem alta na produção foram o de tratores de esteiras, de 34%, para 1,9 mil unidades, e o de cultivadores motorizados, que avançou 6,6%, para pouco mais de mil máquinas fabricadas.

As exportações de máquinas não aumentaram, mas já sinalizam reação, assim como as vendas no mercado interno. De julho a agosto, os embarques foram apenas 0,2% menores, de 1.311 para 1.309 unidades. Na comparação com agosto do ano passado, porém, a queda é maior, de 13,4%. No acumulado do ano, as exportações totalizam 9,1 mil unidades, volume 7% menor do que o de igual intervalo de 2013.



Tags: Anfavea, máquinas, Luiz Moan, vendas, Ana Helena de Andrade.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência