Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Eventos | 15/08/2014 | 18h05

Salão de Motopeças reuniu 100 expositores

Fábricas de componentes miram mercado com mais de 13 milhões de unidades

MÁRIO CURCIO, AB

Reportagem atualizada segunda-feira, 18, às 10h30.
Terminou no sábado no Expo Center Norte o 8º Salão Nacional e Internacional de Motopeças, organizado pela Associação Nacional dos Fabricantes e Atacadistas de Motopeças (Anfamoto). O evento reuniu 100 expositores entre produtores e revendedores de peças, acessórios, capacetes e equipamentos para oficinas. Mais de 9,5 mil visitantes eram aguardados.

“O mercado de motopeças é muito promissor. Queremos estar cada vez mais focados nele”, afirma o gerente de aftermarket da Sabó, João Conrado Lucchesi. A Bosch também esteve na feira por causa do potencial do setor de duas rodas: “A empresa tem ampliado seu portfólio nesse segmento e levado seu know-how no desenvolvimento de tecnologias automotivas”, afirma o chefe de trade marketing Breno Cavalcantti. A fabricante expôs velas de ignição, fluido de freios, buzinas e 14 modelos de bateria.

O potencial desse mercado pode ser medido pela frota circulante, estimada em mais de 13 milhões de motocicletas, segundo estudo do Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores (Sindipeças, veja aqui).

Diante da retração do mercado no primeiro semestre, que teve menos dias úteis em razão de feriados e Copa do Mundo, o presidente da Anfamoto, Orlando Leone, acreditava no potencial do evento para aquecer as vendas em cerca de 20%.



Tags: Salão, Motopeças, Anfamoto, Orlando Leone, João Conrado Lucchesi, Breno Cavalcantti, Sabó, Bosch.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência