Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Crédito | 12/08/2014 | 16h53

Vendas de veículos a prazo caem 8% em 2014

Recuo foi mais forte nos modelos zero-quilômetro que entre os usados

MÁRIO CURCIO, AB

De janeiro até julho deste ano, o Brasil teve 3,57 milhões de veículos novos e usados vendidos a prazo, resultando em queda de 8% no confronto com o mesmo período do ano passado. O total de crédito concedido no segmento nos sete meses foi de R$ 92,24 bilhões, recuo de 6,4%, incluindo Crédito Direto ao Consumidor (CDC), Consórcio, Leasing e outras formas (como reserva de domínio e penhor).

Os números foram divulgados pela Cetip, que opera o Sistema Nacional de Gravames (SNG), base integrada de informações que reúne o cadastro das restrições financeiras de veículos utilizados como garantia em operações de crédito em todo o Brasil. Automóveis, motos e veículos pesados, zero-quilômetro e usados fazem parte do número total.

- Veja aqui os dados da Cetip.

O parcelamento de veículos leves novos somou 1,13 milhão de unidades de janeiro a julho, resultando em queda de 11% ante os sete meses de 2013. Os usados financiados no intervalo somaram 1,64 milhão de unidades e tiveram recuo mais contido, de 3%.

A modalidade predominante para automóveis é o CDC (87% do total). O consórcio vem em segundo, com 7,8% e 0,7 ponto porcentual de alta ante janeiro-julho de 2013). De maneira discreta, o leasing também ganha espaço. Nos primeiros sete meses de 2013 ocupava 3,3% das vendas e deteve 4% do total neste ano.

Para os automóveis usados, o CDC teve participação em 91,4% das vendas até julho, mas registra queda de 1,2 pp ante os sete meses de 2013. O consórcio ganhou 1,5 pp este ano e movimentou 7,5% do mercado de usados. Quando analisados os financiamentos para usados, o segmento de maior volume está entre os carros de quatro a oito anos de uso: 125 mil unidades entre janeiro e julho deste ano e alta de 5,9% sobre os mesmos meses de 2013.

O prazo médio de financiamento teve pequena queda, puxada pelos carros zero-quilômetro. De janeiro a julho de 2013 a média era de 39 meses, que caiu para 37 este ano. Usados até três anos mantiveram o prazo médio de 43 meses, assim como os de quatro a oito anos.

O tíquete médio de financiamento por veículo até julho de 2014 era de R$ 25,05 mil, discreta alta de 2,51% sobre igual período de 2013. Para carros novos o valor médio esteve em R$ 30,94 mil e o de usados até três anos, em R$ 27,3 mil, sempre com altas discretas sobre os mesmos sete meses de 2013.



Tags: CDC, consórcio, leasing, vendas a prazo, Cetip, financiamento, SNG.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência