Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias
Medidas do BC devem aquecer vendas de veículos

Mercado | 06/08/2014 | 18h17

Medidas do BC devem aquecer vendas de veículos

Maior liquidez vai refletir nos emplacamentos de agosto

MÁRIO CURCIO, AB

A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) espera já para este mês os reflexos das medidas anunciadas pelo Banco Central há 12 dias, que aumentam o volume de crédito disponível para a compra de bens (leia aqui).

-Veja aqui os dados da Anfavea

“A economia brasileira precisava dessa liquidez. Já em agosto deveremos ter uma retomada (das vendas de veículos)”, afirma o presidente da Anfavea. Luiz Moan. Ele recorda que a primeira quinzena de julho ainda foi bastante prejudicada (pela Copa do Mundo), apresentando média diária de 11,5 mil emplacamentos, elevada para 13,8 mil na segunda quinzena.

O emplacamento automóveis e veículos comerciais somou em julho 294,7 mil unidades, ante 263,6 mil em junho, gerando alta de 11,8% (veja aqui). “No segundo semestre, teremos crescimento em todas as linhas”, diz, referindo-se aos diferentes segmentos de veículos automotores representados pela entidade.

Entre os motivos para a retomada até o fim do ano e um segundo semestre melhor que o primeiro, o presidente da Anfavea citou o maior rigor dos bancos para aprovação de financiamento, o clima de pessimismo surgido a partir de março com a expectativa de uma Copa tumultuada, fatores que acabaram prejudicando os índices de confiança de mercado.

De acordo com as projeções revisadas pela Anfavea um mês atrás, de julho a dezembro o licenciamento de veículos automotores passará ligeiramente de 1,9 milhão de unidades. Assim, o ano fechará com 3,56 milhões de veículos e queda de 5,4% em relação a 2013. O crédito, porém, continuará seletivo, “com menores prazos e entrada maior”, diz o executivo.

ESTOQUES AINDA ELEVADOS

De acordo com os levantamentos da Anfavea, o estoque de veículos em julho ainda estava elevado, 382,6 mil unidades, sendo 126,7 mil nos pátios das fábricas. Em número de dias, o estoque baixou para 39 (eram 45 em junho). “O ajuste de produção ainda é feito por quase todas as associadas. Para cada uma há um nível ideal: 23, 25, 30, 35 dias. O número aumenta quanto maior a quantidade de modelos e a rede de concessionárias.”

Assista à entrevista exclusiva com Luiz Moan, presidente da Anfavea:



Tags: Anfavea, Luiz Moan, Banco Central, emplacamentos, licenciamentos, caminhões, ônibus, máquinas agrícolas, índices de confiança.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência