Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Segurança | 30/07/2014 | 18h55

Mini Cooper Countryman: nota máxima do IIHS

Foi o único entre os 12 modelos testados; Hyundai Veloster e Fiat 500L foram mal

REDAÇÃO AB

O Institute for Highway Safety (IIHS), organização sem fins lucrativos mantida por seguradoras dos Estados Unidos, divulgou na quarta-feira, 30, resultado de nova baterias de testes de colisão com 12 diferentes veículos compactos (no padrão de tamanho norte-americano). Dos modelos avaliados, o único a ganhar a avaliação boa, considerada a nota máxima, foi o Mini Cooper Countryman, o Mini de quatro portas. De acordo com o instituto, são quatro as divisões de resultados, do bom, a aceitável, marginal e pobre.

"O Mini Cooper Countryman teve um desempenho sólido", diz em nota Joe Nolan, vice-presidente sênior de pesquisas do instituto. "O habitáculo do Countryman segurou razoavelmente bem. Os cintos de segurança e airbags trabalharam em conjunto para controlar o movimento do manequim, e os danos causados aos bonecos indicam um baixo risco de lesões graves em um acidente real."

Desta vez, modelos elétricos e híbridos também foram testados. O Chevrolet Volt, como motor elétrico, e o Ford C-Max Hybrid foram avaliados como aceitáveis, enquanto que o elétrico Nissan Leaf foi classificado como pobre.

O 500L, versão maior e mais espaçosa do Cinquecento, foi julgado como pobre, bem como o Mazda 5 e o Nissan Juke. O Hyundai Veloster e o Scion Xb também foram mal nos testes de segurança, avaliados como marginais. Mitsubishi Lancer, Scion FR-S e Subaru BRZ são considerados aceitáveis pela organização.

O vice-presidente Joe Nolan comentou que o Fiat 500L teve sua carroceria seriamente comprometida, afetando o espaço de sobrevivência do motorista com o deslocamento do volante sobre o condutor. Neste movimento, o airbag frontal foi acionado fora da posição ideal para que a cabeça do manequim fosse protegida. Além disso, o boneco sofreu lesões graves no quadril e em ambas as pernas.

Os crash-tests são realizados desde 2012 pela IIHS. A frente dos veículos é batida a uma velocidade de 40 km/h contra uma barreira fixa, que simula uma árvore ou poste.

Confira como ficou o Mini Cooper Countryman, que teve nota máxima (à esquerda), e o Fiat 500L, avaliado com a pior nota:

Ranking



Tags: IIHS, segurança, Estados Unidos, Mini Cooper Countryman, Hyundai Veloster, 500L.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência