Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Financeiras | 08/07/2014 | 12h50

Bancos de montadoras vão ampliar oferta de crédito

Recursos exclusivos para o financiamento de veículos visam alavancar o mercado

REDAÇÃO AB

Os bancos membros da Anef, Associação Nacional das Empresas Financeiras das Montadoras, querem dar sua contribuição para alavancar as vendas de veículos no segundo semestre. O presidente da entidade, Décio Carbonari, afirma que as financeiras estão determinadas a oferecer mais recursos como forma de ampliar o crédito para o financiamento de veículos:

“Além desta disposição, as financeiras ligadas às montadoras possuem a possibilidade de oferecer taxas de juros mais atraentes que os outros bancos”, informa o executivo em nota divulgada na terça-feira, 8.

A afirmação de Carbonari reforça a ideia de que o problema do mercado não é o crédito, conforme a Anef já havia indicado no mês passado (leia aqui), contrariando a Anfavea, associação das montadoras, que argumenta encarecimento e restrição do crédito no setor.

De acordo com dados mais recentes da Anef, em maio houve elevação de 2,1% na liberação de crédito para o financiamento de veículos na comparação com abril, passando de R$ 9,2 bilhões para R$ 9,4 bilhões. No acumulado de cinco meses, os bancos das montadoras contabilizam a liberação de R$ 45,4 bilhões contra os R$ 44 bilhões registrados em iguais meses do ano passado.

Ainda sobre os dados de maio, as taxas de juros praticadas pelos bancos das montadoras aumentaram, mas em índices abaixo da média do mercado: as associadas da Anef registraram passagem de 1,35% ao mês para 1,41% ao mês – no mercado, houve aumento de 1,71% a.m. para 1,75% a.m. A taxa anual média do mercado fechou maio em 23% ao ano contra 22,6% a.a. registrada em abril, enquanto, segundo a Anef, os bancos de montadoras praticaram alta de 17,46% a.a. em abril para 18,30% a.a. em maio. No mesmo mês, a taxa Selic permaneceu com 0,87% a.m. e 11% a.a.

Mesmo com o aumento na liberação de crédito, o saldo das carteiras de financiamentos de veículos ainda não reagiu em 2014, fechando o período entre janeiro e maio em R$ 219,2 bilhões, 6,9% menor do que o computado no mesmo período de 2013. Os cálculos consideram crédito direto ao consumidor (CDC) e leasing para pessoas físicas e jurídicas.

A inadimplência, que outrora era a maior preocupação das financeiras, continua estável, mantendo em maio o índice de 5%.



Tags: Financiamento, banco, montadoras, Anef, Décio Carbonari.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência