Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

Tecnologia | 10/06/2014 | 17h26

Ford e Samsung pesquisam conjunto de baterias

Estudo pode viabilizar frenagem regenerativa em não híbridos

REDAÇÃO AB

A Ford e a Samsung anunciaram o desenvolvimento de um novo sistema de bateria que poderá viabilizar o uso da frenagem regenerativa em carros não híbridos. Resultado de dez anos de pesquisa, essa tecnologia combina duas baterias, uma de íons de lítio e outra de chumbo-ácido, de 12 volts.

"Embora ainda esteja em pesquisa, o sistema de dupla bateria pode ser uma solução de curto prazo para a economia de energia e redução de emissões", destaca o gerente de estratégia de armazenamento de energia e pesquisa da Ford, Ted Miller.

Nos híbridos da Ford, a frenagem regenerativa permite que a bateria recupere até 95% da energia perdida no processo de frenagem. As empresas pesquisam também um novo conceito de bateria ultraleve de íons de lítio, que poderá no futuro substituir as tradicionais de chumbo-ácido. A pesquisa tem como base a tecnologia de baterias de íons de lítio usada hoje nos carros elétricos da Ford.

"Por serem mais leves e com maior densidade de carga, as baterias de íons de lítio geralmente são usadas em produtos eletrônicos de consumo. Por isso, também são ideais para veículos", diz o vice-presidente de Sistemas de Baterias Automotivas da Samsung, Mike O'Sullivan. "A tecnologia de baterias está avançando rapidamente e os íons de lítio poderão um dia substituir completamente as baterias tradicionais de chumbo-ácido de 12 volts, proporcionando maior economia de combustível."

As baterias de íons de lítio usadas hoje nos veículos elétricos da Ford são 25% a 30% menores que as híbridas anteriores, feitas de níquel-metal-hidreto, e contêm cerca do triplo de energia por célula. As baterias de conceito ultraleve têm um peso até 40% menor, ou cerca de 5,5 quilos. Combinando a bateria com outras soluções de redução de peso, como as mostradas no Lightweight Concept da Ford, seria possível reduzir o tamanho e o peso geral do veículo, melhorando a sua eficiência e desempenho.



Tags: Ford, Samsung, bateria, Ted Miller, chumbo-ácido, Lightweight Concept.

Comentários

  • Paulovich

    Já a algum tempo venho ouvindo sobre baterias de litio e ultimamente as noticias se intesificaram. A bateria chumbo ácido esta presente nas nossas vidas a 150 anos desde a invenção pelo Frances Gaston.Alguem poderia me dizer se realmente a de litio substituirá a de chumbo ácido e qual a estimativa de temp.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência