Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Crédito | 29/05/2014 | 20h50

Carteira do Banco Mercedes-Benz avança para R$ 10,5 bi

Finame foi o mais procurado, com 84,8% dos novos negócios

REDAÇÃO AB

O Banco Mercedes-Benz tomou caminho contrário ao ritmo de desaceleração do mercado de veículos no Brasil e alcançou resultado positivo no primeiro quadrimestre deste ano. De acordo com comunicado distribuído pela instituição na quinta-feira, 29, entre os meses de janeiro e abril, o banco registrou R$ 10,5 bilhões em carteira, o que representa avanço de 9,4% sobre os R$ 9,6 bilhões apurados no mesmo intervalo de 2013.

Os financiamentos para veículos comerciais contribuíram para o êxito, somando, no quadrimestre, crescimento de 53%, fechando com R$ 1,2 bilhão, contra R$ 785 milhões do exercício anterior.

“Apesar dos números positivos, já estamos sentindo os reflexos das incertezas decorrentes da desaceleração nas vendas de comerciais zero-quilômetro. O incremento no volume de novos negócios no segmento deve-se, em grande parte, aos recursos liberados pelo BNDES em janeiro, referentes ao Finame”, explica Angel Martinez, diretor comercial do Banco Mercedes-Benz. “Por outro lado, percebemos que o retorno do Finame-PSI na modalidade simplificada e a possibilidade de os clientes financiarem até 90% do valor do produto começaram a impactar positivamente no financiamento de veículos comerciais.”

Do total de modelos comerciais negociados pelo Banco Mercedes-Benz no primeiro quadrimestre, o segmento de vans foi o que mais expandiu. Foram concedidos R$ 82 milhões, alta de 110% em relação a igual período de 2013, quando foram liberados R$ 39 milhões.

No setor de ônibus, a instituição também registrou crescimento e reforçou a sua importância no financiamento das renovações de frotas no País. Entre janeiro e abril, acumulou R$ 245 milhões em novos negócios, incremento de 11%, comparado aos primeiros meses do ano passado, com R$ 220 milhões.

O BNDES Finame foi a modalidade mais procurada no quadrimestre, responsável por 84,8% dos novos negócios da instituição. Em valores, representou R$ 1,3 bilhão, alta de 49% sobre os R$ 871 milhões negociados no mesmo intervalo de tempo de 2013.

O CDC (Crédito Direto ao Consumidor) respondeu por 15% do total, com R$ 224,7 milhões financiados de janeiro a abril, alta de 56,7% ante os R$ 143,4 milhões do ano passado. O leasing segue com participação residual de 0,1%, equivalente a R$ 1,2 milhão em novos negócios do Banco Mercedes-Benz, no primeiro quadrimestre.

AUTOMÓVEIS

O volume de novos negócios realizados pelo Banco Mercedes-Benz no segmento de automóveis, nos primeiros quatro meses de 2014, apontou retração de 15% em relação ao exercício passado: R$ 40 milhões contra R$ 47 milhões. Segundo Martinez, para fortalecer as vendas da marca no próximo quadrimestre, o banco está trabalhando no desenvolvimento de estratégias que tornem o financiamento de automóveis premium uma opção ainda mais atrativa para o cliente. “Essa retração nos números de novos negócios em veículos de passeio não impacta nas nossas expectativas para este ano”, assegurou.



Tags: Mercedes-Benz, banco, financiamentos, Finame, comerciais, caminhões, CDC, leasing.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência