Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Balanço | 13/05/2014 | 19h40

Nissan lucra 13,6% a mais em ano fiscal de 2013

Receita do grupo avançou 18,7%, para US$ 114,12 bilhões no período

REDAÇÃO AB

A Nissan divulgou na terça-feira, 13, balanço financeiro do seu ano fiscal de 2013, que segundo o calendário oriental termina em 31 de março deste ano. Os números mostram que o grupo japonês (sem considerar resultados da parceira com a chinesa Dongfeng) teve lucro líquido de US$ 3,88 bilhões, 13,6% superior ao anotado no mesmo intervalo do ano anterior. Seu lucro operacional avançou 15,7%, para US$ 6,04 bilhões. E a receita líquida chegou a US$ 114,12 bilhões, em alta de 18,7% na mesma base de comparação.

Em comunicado, Carlos Ghosn, presidente e CEO da Nissan, comemorou os resultados e disse que, diante deste cenário, a companhia tende a acelerar as medidas para atingir 8% de margem de lucro operacional até o fim do ano fiscal de 2016 e obter 8% de participação no mercado mundial.

“A Nissan gerou sólidos resultados no ano fiscal de 2013”, disse Ghosn. “A performance da Nissan vai melhorar ainda mais em 2014. Estamos tomando medidas consistentes para atingir as nossas metas, com um foco maior na execução do nosso plano estratégico de forma personalizada em cada mercado, além de um aumento das capacidades de produção recém-instaladas e fortalecimento da nossa imagem de marca.”

A lucratividade foi maior no quarto trimestre do ano fiscal (de janeiro a março de 2014). A Nissan gerou lucro líquido de US$ 1,12 bilhão neste período, em alta de 4,4%. O operacional foi de US$ 2,29 bilhões, com forte avanço de 34,7%. O faturamento total nos três meses ultrapassou US$ 34 bilhões, o que representa aumento de 21,7% sobre igual intervalo do ano passado.

Ghosn conta que o trabalho de fortalecimento da marca foi mais intenso no quarto trimestre, mas diz que durante todo ano a empresa apresentou novidades: lançou 12 novos modelos e revelou 22 novas tecnologias. No momento, a montadora está focada em aumentar suas sinergias e ampliar colaborações no escopo da Aliança Renault-Nissan.

O ANO FISCAL DE 2014

A Nissan elaborou uma previsão de vendas mundiais para o ano fiscal de 2014. A empresa prevê alta nos volumes de 8,9%, totalizando 5,65 milhões de unidades, o que equivale a uma participação de mercado de 6,7%, graças a novas capacidades industriais recentemente aumentadas em mercados como o México e o Brasil, bem como às vendas no acumulado do ano de novos modelos como o Nissan Qashqai e Rogue, Datsun GO e Infiniti Q50.

Com base nestas perspectivas de vendas, a Nissan pretende ter lucro líquido de US$ 4,05 bilhões no fiscal de 2014, com uma receita total de US$ 107,9 bilhões (considerando a parceria com a Dongfeng).



Tags: Nissan, balanço, lucro, faturamento, receita, Carlos Ghosn.

Comentários

  • Edgard

    Parabens ao Sr. Carlos Ghosn !

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência