Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Lançamentos | 25/04/2014 | 18h58

Stuttgart inicia pré-venda do Macan no Brasil

Novo SUV menor que o Cayenne terá preço inicial de R$ 399 mil

REDAÇÃO AB

A Stuttgart Sportcar, importadora oficial da Porsche no Brasil, iniciou a pré-venda do Macan. Com chegada prevista para julho, o modelo será vendido inicialmente nas versões S, com motor 3.0 de 340 cv e R$ 399 mil, e Turbo, com motor de 3.6 de 400 cv e valor sugerido de R$ 499 mil.

Com o Macan, a Porsche passa a concorrer em uma faixa de mercado na qual não tinha um produto. Trata-se de um utilitário esportivo de médio porte, com muita tecnologia embarcada e alto desempenho. “Vivemos agora uma situação parecida com a de 2003, quando a Porsche lançou o Cayenne. O Macan representa a abertura de uma nova opção para os clientes da marca”, avalia Marcel Visconde, presidente da Stuttgart Sportcar.

A Stuttgart prevê vender cerca de 500 unidades do novo carro até dezembro. Atualmente, a linha Porsche é formada pelos modelos 911, Boxster, Cayman, Cayenne, Panamera e 918 Spyder. Em novembro de 2013, durante a primeira edição do Auto Premium Show (salão dedicado a carrões de alto desempenho e valor elevado), Visconde falou sobre sua cota de cerca de 900 unidades livres dos 30 pontos extras de IPI e estimou a venda de mil carros até o fim do ano.

“Se tivéssemos uma cota maior, venderíamos mais”, disse Visconde. Sobre a possibilidade de exceder ainda mais sua cota este ano com a chegada do Macan, o executivo afirmou: “Se a fábrica ajudar (abrindo mão de sua margem de lucro), é possível. Acho difícil, mas quem não chora, não mama!”



Tags: Stuttgart, Sportcar, Macan, Cayenne, Marcel Visconde, Boxster, Cayman, Cayenne, Panamera, 918 Spyder.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência