Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Conjuntura | 02/04/2014 | 16h50

Veículos puxam alta de 0,4% da produção industrial

Setor exerce maior influência positiva na comparação fevereiro e janeiro, diz IBGE

REDAÇÃO AB

Com o aumento de 7% na produção registrada em fevereiro na comparação com janeiro, o setor de veículos exerceu a maior influência positiva sobre o avanço de 0,4% da produção industrial nacional apurada para o mês, segundo dados divulgados na terça-feira, 2, pelo IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, apontando este como o segundo resultado positivo consecutivo, acumulando ganho de 4,2% no bimestre para a atividade. Este também foi o segundo resultado positivo consecutivo para veículos, setor que acumulou expansão de 16,8% no primeiro bimestre, interrompendo o comportamento negativo observado desde outubro do ano passado, quando o setor acumulou perda de 23,5%.

O relatório do IBGE aponta que o crescimento da atividade industrial no País em fevereiro teve perfil generalizado, alcançando três das quatro categorias de uso e 19 dos 27 ramos pesquisados, entre eles o de veículos automotores, no qual são considerados os segmentos de automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, carretas reboques e semirreboques.

Por categoria, a de bens de consumo cresceu 0,5%, com destaque para bens duráveis – que avançou 20,9% em fevereiro sobre janeiro – anotou seu maior crescimento mensal desde março de 2010, quando a alta foi de 25,8%. Seu resultado foi fortemente influenciado pela maior fabricação de automóveis, cuja alta foi de 21,1%, e de produtos da linha marrom (móveis), com avanço de 87,8%. Outros ramos também impactaram positivamente na categoria de bens de consumo duráveis, como telefones celulares (26,1%), motocicletas (7,3%), eletrodomésticos da linha branca (2,3%), outros eletrodomésticos (9,1%) e artigos mobiliários (5,6%). Os não duráveis tiveram recuo de 0,1% em sua produção de fevereiro. Bens de capital e intermediários cresceram 0,1% e 01,8%, respectivamente.

Na comparação com fevereiro de 2013, o setor industrial mostrou crescimento de 5%, com resultados positivos para as quatro categorias e de 21 dos 27 ramos pesquisados. Vale citar que fevereiro deste ano teve 20 dias úteis, dois a mais do que igual mês do ano passado, por causa do feriado de carnaval. Novamente, o setor de veículos, que avançou 12,9% na comparação anual, exerceu a maior influência positiva na formação da média da indústria, impulsionada pela maior fabricação de automóveis, comerciais leves (veículos para transporte de mercadorias), chassis de ônibus, caminhão-trator para reboques e semirreboques e caminhões.

Para ver a pesquisa industrial mensal completa no site do IBGE, clique aqui.



Tags: Produção industrial, veículos, IBGE, bens de consumo, automóveis, caminhões, ônibus, reboques, semirreboques.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência